VÍDEO: torcedor vai ao aeroporto na madrugada recepcionar Fortaleza após goleada: "eu acredito"

Weslley Rocha foi manifestar apoio para a delegação leonina, que desembarcou na capital cearense pela madrugada

Legenda: Casal de torcedores foi ao aeroporto recepcionar o Fortaleza
Foto: Arquivo pessoal

Vários torcedores do Fortaleza ficaram desanimados após a goleada por 4 a 0 sofrida para o Atlético-MG, na noite desta quarta-feira (20), na partida de ida da semifinal da Copa do Brasil. O resultado deixou a situação muito complicada para o jogo de volta, mas isso não foi suficiente para fazer o tricolor Weslley Rocha deixar de acreditar. Tanto que ele foi de madrugada até o aeroporto somente para recepcionar o time.

Veja o vídeo

Logo após a partida, a delegação leonina embarcou de Belo Horizonte às 0h45min em voo fretado para Fortaleza. O desembarque ocorreu por volta de 4h40min desta quinta-feira (21). Weslley e a noiva Deiviany Motta, que o acompanhou, eram os únicos torcedores presentes, com caixa de som e mensagens de otimismo.

"Foi para dar esse incentivo, de mostrar que a torcida está junto, independente de qualquer resultado. A campanha do Fortaleza é histórica, é gigantesca, então a torcida tem que chegar junto nesse momento. Muita gente se idenficou com o vídeo. Representei uma massa, uma nação de torcedores. Incentivei, gritei e apoiei, mesmo indo trabalhar virado. Valeu a pena. Isso se chama amor, se chama paixão", afirmou o atendente de 23 anos, em entrevista ao Diário do Nordeste.

No vídeo, Weslley fala palavras de apoio e inceitovo a vários jogadores e interage até mesmo com o presidente Marcelo Paz. "Vamos pra cima. Marcelo, a gente acredita, cara. Aqui é Fortaleza", disse o torcedor ao dirigente.

"Eu acredito"

Legenda: Weslley Rocha já foi acompanhar o Fortaleza em Salvador
Foto: Arquivo Pessoal

Tricolor desde criança, Weslley traz a paixão pelo clube desde o berço. A família toda é leonina por influência de um dos grandes ídolos do clube. Hamilton Rocha é tio-avô do fanático torcedor, que apesar da dificuldade, ainda acredita em um milagre para o jogo da volta.

"Analisando pela razão, é um jogo muito complicado. É muito difícil reverter, mas é futebol. Já aconteceu, e eu acredito que pode reverter. Meu recado é que os jogadores primeiramente têm que acreditar. Tem um jogo Fortaleza e Guarany de Sobral, que estávamos perdendo por 4 a 1 aos 38 minutos do 2º tempo, e conseguimos o título", relembra.

Certo é que, independente do plarcar, a partida da próxima quarta-feira (27) será especial para o jovem.

"Já tomei a 2ª dose da vacina, ainda não estou apto a ir contra o Athletico-PR, por conta dos 15 dias, mas na quarta-feira poderei ir. Vai ser um jogo bem especial e marcante. É a minha volta aos estádios", finaliza.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte