Palmeiras X Tigres: jogo vale vaga na final do Mundial; veja escalações e como assistir

Partida ocorre neste domingo (7), pelas semifinais da competição internacional no Qatar

Legenda: O Palmeiras tem líderes experientes no elenco com o o volante Felipe Melo, um dos capitães
Foto: Cesar Greco / Palmeiras

O Palmeiras estreia no Mundial de Clubes neste domingo (7), às 15h, com transmissão ao vivo da TV Verdes Mares, contra o Tigres-MEX, em busca do título da Fifa. Do elenco alviverde que viajou para o Qatar, apenas Marcos Rocha e Luiz Adriano já tiveram a oportunidade de disputar o torneio. O lateral direito estava no Atlético-MG que tropeçou no Raja Casablanca, e o atacante conquistou a taça em 2006, com o Inter, marcando inclusive o gol da classificação no primeiro duelo, diante do Al Ahly.

Antes confronto único diante do campeão europeu, o Mundial foi reformulado a partir de 2005, quando passou a ter representantes de todos os continentes. Com isso, os clubes sul-americanos encontraram um primeiro obstáculo antes da decisão. Pautado pelo nervosismo e sob o discurso da obrigação de despachar adversários inferiores, algumas dessas participações terminaram de forma melancólica.

Desde 2010, quando o Internacional caiu na semifinal diante do Mazembe, outros três campeões de Libertadores ficaram pelo caminho: Atlético-MG em 2013, Atlético Nacional em 2016 e River Plate em 2018. Esse histórico de tensão serve de alerta para o jovem time alviverde.

São experiências que poderão ser úteis para guiar e tranquilizar uma equipe com alguns garotos em posição de protagonismo e que sonha, é claro, em enfrentar o Bayern de Munique na final.

Legenda: O Palmeiras realiza os treinos do Mundial de Clubes no Qatar
Foto: Cesar Greco / Palmeiras

Experiência e juventude

O time titular do Palmeiras que venceu o Santos na final da Libertadores, no Maracanã, entrou em campo com uma média de idade de 26,4 anos. Dos clubes brasileiros que estiveram no Mundial de 2005 para cá, apenas o Santos estreou no torneio com uma formação titular mais jovem que a do Palmeiras no Rio.

Contra o Kashiwa Reysol, em 2011, a equipe de Muricy Ramalho que iniciou o confronto com os japoneses na semifinal tinha, em média, 25,5 anos de idade. Só Edu Dracena, Durval, Elano e Borges já haviam ultrapassado a casa dos 30.

A juventude palmeirense, que demonstrou maturidade para encarar a campanha vitoriosa na Libertadores, ainda demonstra as oscilações comuns à idade e à falta de maior experiência no profissional. A semifinal do torneio continental contra o River Plate ilustra bem esse quadro.

No jogo de ida, com ótimas atuações de Gabriel Menino e Danilo, o Palmeiras goleou o time de Marcelo Gallardo por 3 a 0, em Avellaneda, vantagem que o deixou mais tranquilo para administrar a série na partida de volta, no Allianz. Mas o River, acostumado ao torneio, tomou a iniciativa e controlou as ações em São Paulo. Os meninos alviverdes, celebrados na Argentina, custaram a entender o jogo dos argentinos, que ficaram a um gol de levar o duelo para os pênaltis.

Elenco do Palmeiras tem média de idade de 26,4 anos
Legenda: Elenco do Palmeiras tem média de idade de 26,4 anos
Foto: Cesar Greco / Palmeiras

A própria decisão no Maracanã, um jogo mais friccionado do que bem jogado, também foi um bom teste para que esses atletas ganhassem milhagem antes de encarar o maior compromisso de suas carreiras até aqui.

"Para que esses jogadores ganhem experiência, sobretudo os mais novos, é preciso lá estar (nos jogos decisivos). Cheguei aqui e fui criticado porque não tinha títulos", disse o técnico Abel Ferreira, logo após o empate com o Botafogo, pelo Brasileiro, último compromisso da equipe antes da viagem ao Mundial.

O português de 42 anos, também jovem, conquistou com a Libertadores o primeiro troféu de sua carreira como treinador. No Qatar, ele poderá se tornar o primeiro técnico de seu país a se sagrar campeão do mundo.

Diferentemente do Corinthians, que tinha 30 mil torcedores no Japão, no Mundial de 2012, o Palmeiras não contará com o apoio maciço de seus fãs no torneio no Qatar. Por conta da pandemia, o governo do país proibiu a entrada de turistas. Apenas residentes poderão ver os jogos nos estádios, que funcionam com uma capacidade de até 30%.

Ficha técnica

Palmeiras x Tigres

Estádio: Education City, em Doha (QAT)

Data: 7 de fevereiro
Horário: 15h
Árbitro: Danny Makkelie-HOL
VAR: Kevin Blom-HOL
Transmissão: TV Verdes Mares (Globo) e SporTV

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gómez e Viña; Danilo, Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga; Rony e Luiz Adriano. T.: Abel Ferreira.

Tigres: Guzman; Rodriguez, Reyes, Salcedo e Duenas; Rafael Carioca, Pizarro, L.Quinones, Fernandez e Fulgencio; Gignac. T.: Tuca Ferretti.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte