Nova audiência no TJDF aplica W.O em todos os jogos do Crato no Campeonato Cearense de 2022

Por maioria de votos o TJDF-CE decidiu pela anulação de todas as partidas do Crato e aplicação do WO em todas suas partidas, modificando assim a ordem de classificação da 1ª Fase do Estadual; a FCF irá recorrer

Legenda: O Tribunal determinou que a FCF se abstenha de homologar os resultados do campeonato cearense de 2022 até o julgamento dos processos
Foto: Divulgação/FCF
O conturbado Campeonato Cearense de 2022 ganhou mais um capítulo nos tribunais nesta terça-feira (9). Em nova audiência, o Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do Ceará (TJDF-CE) modificou o resultado do julgamento anterior e por maioria dos votos, manteve a exclusão do Crato Esporte Clube e aplicou WO em todos os jogos dele no Campeonato Cearense. Na audiência anterior, apenas quatro jogos do Azulão haviam sido anulados, que mantinham a classificação original da 1ª Fase.

Confira a decisão do TJDF-CE

"Por maioria de votos, decidiu o tribunal pleno pela anulação de todas as partidas da equipe do Crato Esporte Clube, em virtude da sua exclusão da competição com a consequente aplicação do WO em todas as partidas da referida agremiação. A defesa solicitou a lavratura do acórdão". 
 

O que muda?

A nova decisão, diferente da primeira audiência, mudaria a classificação da 1º fase e consequentemente, os confrontos de mata-mata, já que o Crato somou 5 pontos (uma vitória e dois empates), alterando as posições de classificação.
 
Sem os jogos computados do Crato, o Maracanã ganhará 4 pontos, já que empatou os dois jogos com o Azulão (ambos em 0x0), saltando de 5º para 3º, e o Icasa ganhará três pontos (já que perdeu para o Crato por 1 a 0 na abertura do Estadual).
 
O Verdão do Cariri, caso ganhe 3 pontos e chegue aos 19, não correria mais risco de rebaixamento, mesmo que perca 4  pontos por escalação irregular do jogador Leandro Mendes, que entrou em campo na última rodada da 1ª Fase mesmo suspenso pelo 3º cartão amarelo na partida contra o Iguatu.
 
Na tabela original, avançaram Caucaia (1º, 30 pontos), Ferroviário (2º, 26 pontos), Pacajus (3º, 20 pontos) e Iguatu (4º, 19 pontos).

Assim, a nova classificação seria:

1º Caucaia - 30 pontos (classificado)
2º Ferroviário - 26 pontos (classificado)
3º Maracanã - 21 pontos (classificado)
4º Pacajus - 20 pontos (classificado)
5º Iguatu - 19 pontos (eliminado)
6º Icasa - 19 pontos (eliminado)
7º Atlético - 13 pontos (rebaixado)
8º Crato - 0 ponto (rebaixado)
 
Com a nova classificação da 1ª Fase, os duelos de mata mata das quartas de finais mudariam: Pacajus x Ceará, Maracanã x Fortaleza. Caucaia e Ferroviário continuariam entrando nas semifinais.

Federação vai recorrer

A Federação Cearense de Futebol (FCF), que não havia se pronunciado ou tomado alguma decisão após a primeira audiência, irá recorrer ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e somente após o trânsito em julgado é que tomará as medidas necessárias, determinadas pela Justiça Desportiva. O resultado da competição, vencida pelo Fortaleza, no entanto, não poderá ser homologado até o julgamento dos processos, como reforçou o TJDF:
 
"Também por unanimidade de votos, o tribunal pleno determina que a FCF se abstenha de homologar os resultados do campeonato cearense de 2022 até o julgamento dos processos no 641/2022 e 1534/2022".                     
 
Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados