Jornalistas comentam saída de Rogério Ceni do Fortaleza; assista

Técnico encerra seu ciclo no Pici com três títulos, incluindo dois que o Leão nunca havia conquistado

Após quase dois anos de um casamento que rendeu diversas alegrias para a torcida tricolor, Rogério Ceni encerrou, neste domingo (11), sua vitoriosa passagem pelo Fortaleza. Sob o comando da equipe desde novembro de 2017, o técnico aceitou a proposta do Cruzeiro e acertou sua transferência para Belo Horizonte.

Com filosofia de trabalho focada no esquema 4-2-4, com quatro atacantes móveis, Ceni implantou uma ideia de jogo ofensiva e ajudou na maior profissionalização do Fortaleza, contribuindo até nas reformas realizadas no Estádio Alcides Santos. Além da metodologia de treinos, o técnico também orientou na alimentação e preparação física dos atletas. 

Em um dos momentos mais marcantes de sua passagem pelo Leão, quando enfrentou o São Paulo pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico, maior ídolo da história da equipe paulista, foi homenageado pelas duas torcidas em um Castelão lotado, com direito a mosaico duplo com a frase "Gratidão Ceni" e outro em 3D, onde aparecia ao lado dos jogadores. Naquele momento, com lágrimas nos olhos, Rogério entendeu que também havia se tornado o "mito" do tricolor cearense.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte