Governo de São Paulo autoriza volta de torcida aos estádios no início de outubro; veja protocolo

Os espaços serão liberados gradualmente até atingirem a lotação máxima

Imagem aberta do estádio Allianz Parque, em São Paulo
Legenda: O Allianz Parque, a casa do Palmeiras, é um dos principais estádios de São Paulo
Foto: divulgação / Palmeiras

O Governo de São Paulo anunciou nesta quinta-feira (24) a liberação do retorno do público aos estádios de futebol no Estado. A partir de 4 de outubro, 30% das arquibancadas poderão receber os espectadores. Os espaços serão liberados gradualmente até atingirem a lotação máxima.

Em 15 de outubro, metade (50%) dos lugares poderão ser ocupados. E, finalmente, em 1º de novembro, 100% das arquibancadas estarão liberadas.

Retorno do público aos estádios em São Paulo:

  • A partir de 4 de outubro: 30% da capacidade do estádio liberado
  • A partir de 15 de outubro: 50% da capacidade do estádio liberado
  • A partir de 1º de novembro: 100% da capacidade do estádio liberado

Diante da liberação de público em outros estados, os clubes paulistas estavam se sentindo prejudicados, mas não se opuseram publicamente às restrições impostas, sempre acatando as decisões anteriores.

Protocolo

Para ingressar nos estádios, os torcedores terão de apresentar comprovante de vacinação completo (duas doses de Coronavac, AstraZeneca ou Pfizer ou dose única da Janssen). Caso tenha apenas uma dose, o torcedores deverá levar um teste de antígeno feito 24h antes ou PCR com resultado obtido há 48h.

O primeiro jogo a receber público em São Paulo deve ser entre Corinthians e Bahia, agendado para 5 de outubro. Dois dias depois, o São Paulo recebe o Santos. No dia 9 de outubro, o Palmeiras enfrenta o Bragantino. No dia seguinte, será a vez do Santos rever a torcida no jogo com o Grêmio. Todas as partidas são válidas pela Série A do Campeonato Brasileiro.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte