Fortaleza aguarda R$ 1,7 milhão de venda da Júnior Santos no futebol japonês

Clube negociou os 25% que tinha do passe econômico do atleta com o Sanfrecce Hiroshima

Legenda: Junior Santos deixou o Fortaleza em 2019 com 10 gols marcados
Foto: JL Rosa / SVM

A diretoria do Fortaleza vai receber 300 mil dólares (cerca de R$ 1,7 milhão) da venda do atacante Júnior Santos no futebol japonês. O jogador tinha 25% dos direitos econômicos vinculados ao clube e se transferiu em janeiro de 2021 do Kashiwa Reysol para o Sanfrecce Hiroshima, ambos do Japão.

No acordo, a diretoria tricolor negociou todo o percentual do passe e aguarda o pagamento do montante. A expectativa é que a receita milionária chegue aos cofres leoninos em abril. O Diário do Nordeste confirmou informação publicada pelo jornal O Povo.

Emprestado ao Yokohama Marinos no último ano, Júnior Santos foi um dos destaques da J-League (liga japonesa) ao marcar 13 gols em 23 partidas. Pelo Fortaleza, em 2019, foram 10 tentos em 27 jogos.

Valorização do jogador

Júnior Santos comemora gol pelo Fortaleza com braço aberto
Legenda: Júnior Santos foi um dos destaques do Fortaleza na temporada de 2019
Foto: JL Rosa / SVM

O Fortaleza comprou 50% dos direitos econômicos de Júnior Santos por R$ 1 milhão no início de 2019. Em cinco meses, o clube vendeu metade do passe e recebeu R$ 2 mi na negociação com o exterior. Na época, o presidente Marcelo Paz ressaltou que o centroavante se valorizou em 400%.

"Nós compramos o Júnior Santos por R$ 1 milhão, com 50% dos direitos econômicos dele. Nessa negociação, nós vamos receber, pelo menos, R$ 2 milhões. Vai depender da variação do dólar quando for feito o pagamento que será no dia 31 de julho. A venda dele foi 1 milhão e 200 mil dólares. Só que, quando chegar o dinheiro, tem comissão dos empresários que fizeram a negociação, tem o dinheiro do Ituano e do Osvaldo Cruz que têm direitos econômicos. Só aceitamos a negociação com o mínimo de R$ 2 milhões para o Fortaleza. Compramos 50% por R$ 1 milhão e vendemos 25% por, pelo menos, R$ 2 milhões. Foi um ótimo negócio. Valorizamos 400% em cinco ou seis meses. Esse valor pode virar muito mais se ele for bem lá no Japão e houver uma outra venda", explicou o mandatário.

Logo, em números gerais, Júnior Santos rendeu R$ 2,7 milhões ao Fortaleza. O cálculo envolve o valor recebido nas transferências menos o investido na chegada ao Pici.

O cenário ressalta a importância de ter ativos no clube. Como fez uma aquisição, sem se tratar de um empréstimo, o Leão conseguiu lucrar mesmo quando o jogador está fora da instituição. A tendência é que o processo seja mais frequente nas transferências futuras.

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte