Eriksen fala pela 1ª vez após mal súbito em jogo da Eurocopa: "obrigado a todos, não vou desistir"

O atleta da Dinamarca está em um hospital de Copenhague, no país natal, com a família

Eriksen  em ação pela Dinamarca
Legenda: Eriksen agradeceu ao carinho durante o momento difícil na carreira
Foto: Friedemann Vogel / AFP

"Obrigado a todos, não vou desistir". Estas são as primeiras palavras do meia Christian Eriksen, da seleção da Dinamarca, através do empresário Martin Schoots, após ter desmaiado em campo no jogo contra a Finlândia, em Copenhague, na estreia pela Eurocopa. O atleta da Internazionale, de 29 anos, fez uma breve declaração ao jornal italiano Gazzetta dello Sport.

O agente afirmou que o atleta se sente melhor e que quer entender o que aconteceu no estádio Parken. O jogo contra a Finlândia foi interrompido aos 43 minutos do 1º tempo, depois do meia ter tido mal súbito e recuperado a consciência ainda no gramado. A partida foi retomada mais de uma hora depois.

Schoots afirmou que o jogador está bem, mas ansioso para descobrir o que ocorreu. O empresário recordou a conversa que teve com Eriksen. "Ele estava bem disposto, o achei bem", disse à edição desta segunda-feira (14) do Gazzetta dello Sport. "Todos nós queremos saber o que aconteceu, ele também. Os médicos estão fazendo exames detalhados, vai demorar", afirmou.

Eriksen, contou o empresário, ficou sensibilizado com as demonstrações de carinho que recebeu. "Chegaram mensagens de todo o mundo. Metade do planeta está em contato conosco, todos estão preocupados", acrescentou. "Agora, ele deve simplesmente descansar", disse o empresário confirmando que a mulher e os pais de Eriksen estão com ele no hospital em Copenhague.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte