Delegação do Boca Juniors passa noite em delegacia de Belo Horizonte após eliminação da Libertadores

Jogadores da equipe perderam voo de volta à Argentina após confusão generalizada na noite de terça (20)

Equipe do Boca Juniors em partida no Mineirão
Legenda: Jogadores do Boca Juniors iniciaram confusão generalizada ainda na saída para os vestiários
Foto: BRUNA PRADO / POOL / AFP

A delegação do Boca Juniors passou a noite na delegacia em Belo Horizonte após briga generalizada após a partida contra o Atlético-MG, pela Copa Libertadores, no Mineirão, na noite de terça (20). Por conta disso, o voo fretado de retorno para a Argentina, marcado para o início da madrugada, foi cancelado.

Os integrantes foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil no bairro Alípio de Melo, na região da Pampulha. Dois ônibus da delegação foram estacionados em frente ao local, além de que um bloqueio no quarteirão foi realizado por questões de segurança.

O retorno para a Argentina só deve ser definido após a conclusão dos depoimentos da delegação.

Confusão no estádio

A confusão no Mineirão ocorreu logo após a eliminação do Boca Juniors da Copa Libertadores. No caminho para o vestiário após a partida, os jogadores entraram em confronto com seguranças do Atlético-MG e do próprio estádio.

Um dos argentinos arrancou um bebedouro com o intuito de atacar os demais jogadores e arbitragem. Grades de proteção foram danificadas e uma briga generalizada foi registrada entre os presentes no estádio.

Para dispersar a confusão, os policiais militares presentes na partida usaram spray de pimenta para dispersar os jogadores e membros da comissão técnica da equipe. 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte