Conmebol vai vacinar jogadores contra Covid-19; Ceará pode ser beneficiado

O anúncio oficial foi realizado nesta terça-feira (13) pela entidade

Fachada da sede da Conmebol
Legenda: A Conmebol organiza as principais competições sul-americanas
Foto: divulgação / Conmebol

A Conmebol confirmou oficialmente, nesta terça-feira (13), que irá receber 50 mil doses de vacina contra Covid-19 da empresa chinesa Sinovac. O objetivo é imunizar os jogadores de futebol dos principais times profissionais sul-americanos inscritos em eventos da entidade, como Libertadores e Sul-Americana.

Logo, o elenco do Ceará deve ser beneficiado na ação. O Vovô garantiu classificação à Sula e estreia na quarta (21), às 19h15, na Arena Castelão, contra o Jorge Wilstermann-BOL. O time está no grupo C com Arsenal-ARG  e um rival não definido: o eliminado entre Bolívar-BOL e Junior-COL na pré-Libertadores.

O Diário do Nordeste apurou que a diretoria alvinegra ainda aguarda um comunicado oficial ao clube. No momento, a gestão está resolvendo pendências documentais de atletas e também aplicando imunizantes necessários para viagens em alguns regiões do continente, como para Febre Amarela.

Jogadores do Ceará comemoram triunfo sobre o Vitória/BA
Legenda: O Ceará disputa Campeonato Cearense, Copa do Brasil, Copa do Nordeste, Sul-Americana e Série A em 2021
Foto: Thiago Gadelha / SVM

“Os detalhes logísticos e operacionais do processo de vacinação serão devidamente informados pela Conmebol, em coordenação com as Associações Membros”, afirma trecho do comunicado.

A prioridade, no entanto, é a imunização dos presentes na Copa América. Com disputas entre 13 de junho e 10 de julho, com 10 seleções, a competição será sediada com jogos na Argentina e Colômbia.

"Este é um grande passo para derrotar a pandemia, mas de forma alguma significa que estamos baixando a guarda. Vamos manter o trabalho responsável, que nos permitiu concluir os nossos torneios com tranquilidade e sem alterar os formatos", declarou Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol.

O chefe da entidade agradeceu especialmente ao Presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, e aos demais gestores do país pelo que chamou de "conquista sem precedentes no futebol mundial".

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte