Com reservas e Ceni sob pressão, Flamengo pega Portuguesa-RJ por paz e liderança

Técnico recebe cobranças dos torcedores, que aumentaram após derrota por 3 a 1 para o Vasco

ceni 1
Legenda: Rogério Ceni sofre pressão com início de temporada do Flamengo
Foto: Flamengo/Divulgação

Menos de uma semana após erguer a taça da Supercopa do Brasil, o técnico Rogério Ceni volta a entrar em campo pressionado no Flamengo. A derrota para o Vasco fez as cobranças sobre o treinador aumentarem, sobretudo pela possibilidade de perder o título da Taça Guanabara. Com os reservas neste sábado, às 21h05, em confronto direto com a Portuguesa-RJ, apenas uma vitória restabelece a paz. De quebra, recoloca o time momentaneamente na liderança do Carioca.

Muitos torcedores e conselheiros não gostaram nada da derrota por 3 a 1 para o Vasco, quinta-feira, e jogaram a culpa nas costas do treinador. Depois de boas apresentações após o retorno dos titulares, desta vez a apatia prevaleceu em campo.

Com o tropeço, o time rubro-negro deixou de retornar à liderança, com o Volta Redonda, restando somente duas rodadas para o fim da fase de classificação. O regulamento mudou e o melhor colocado após as 11 rodadas será o campeão da Taça Guanabara.

Pressão

Sem contar que Ceni jamais gozou de prestígio total entre os flamenguistas e, com a demissão de Renato Gaúcho no Grêmio, ganhou enorme sombra para substituí-lo. A pressão da torcida tem três frentes: desorganização tática, defesa vulnerável (sempre leva gols) e substituições equivocadas.

O treinador evita falar sobre cobranças, mostra confiança no grupo e promete redenção diante da Portuguesa-RJ. Mas não utilizará os titulares, desgastados após quatro jogos, sendo um decisivo e o clássico.

Entre os 23 relacionados para o jogo no Luso-Brasileiro, apenas um titular: Rodrigo Caio, que não entrou em campo diante do Vasco. Do mais, garotos e reservas. Ceni confia muito no confronto direto com o Volta Redonda na rodada decisiva, mas sabe que não pode perder neste sábado, pois despencaria para o terceiro lugar.

Será uma chance de Vitinho mostrar que os pedidos por ele no time titular são justos. Os flamenguistas o querem na vaga de Everton Ribeiro, jogando bem abaixo do esperado neste início de temporada. O atacante ganha nova chance para se firmar.

Invicta há cinco jogos e empolgada com goleada por 5 a 1 sobre o Bangu, a Portuguesa-RJ aposta no fator casa para se garantir antecipadamente nas semifinais do Carioca. Um triunfo garante o time matematicamente entre os quatro que vão disputar o título.

Romarinho e Jhulliam são as esperanças de gol na frente e outra aposta está na defesa, a menos vazada do Carioca com somente quatro gols sofridos.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte