Análise: Ferroviário se despede da Série C já mirando planejamento de 2021

Tubarão da Barra empatou em 3 a 3 com o Santa Cruz, fora de casa, e finalizou participação na Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro. Diretoria já deve iniciar preparação para a próxima temporada, que começa em janeiro

Uma partida que resume a campanha do Ferroviário na Série C do Campeonato Brasileiro. Assim foi a despedida do Tubarão da Barra, ontem, no estádio do Arruda, em Recife. O empate em 3 a 3 com o Santa Cruz teve muitos elementos de um jogo eletrizante, e também refletiu o desempenho oscilante do time cearense na competição.

O jogo não valia nada para nenhuma das equipes. O time pernambucano já estava garantido na liderança do Grupo A, enquanto o Tubarão da Barra não tinha chances de classificação nem rebaixamento.

Isso fez com que o ritmo do primeiro tempo fosse baixo. Sem muita inspiração de nenhum dos lados, a melhor chance foi do Santa, em uma bomba de Augusto Potiguar, que explodiu na trave.

Mesmo onde parece não haver margem para muita emoção, o Ferroviário surpreende. E cria expectativa. Foi assim ao abrir 2 a 0 de vantagem com 14 minutos do 2º tempo, com dois gols marcados por William Lira.

Entretanto, da mesma forma que cria expectativa e parece que vai engrenar, o Ferrão acaba desiludindo. Em quatro minutos, em um apagão defensivo, levou o empate, com gols de Célio Santos e Caio Mancha, aos 16 e aos 20. A virada do time da casa veio aos 29, em outro erro coral. David saiu jogando errado, Didira roubou a bola e Chiquinho marcou.

Ao parecer que estava tudo perdido, o Tubarão da Barra mostra forças para reagir com hombridade e correr atrás do placar. Júnior Batista decretou o empate em 3 a 3, aos 38 minutos da etapa final, selando o placar que finaliza a participação coral na Terceirona de forma digna.

Planejamento

Agora, é momento de olhar para a frente. Após mais um ano em que inicia a competição muito bem, mas acaba perdendo fôlego no 2º turno, o Ferroviário precisa aprender. É preciso tirar lições destas trajetórias para que os erros não sejam repetidos.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte