Tom Barros: Ceará e Fortaleza e o trabalho de recuperação