VÍDEO: Torre de igreja colapsa com lava do vulcão Cumbre Vieja, nas Ilhas Canárias

O padre responsável pelo templo religioso retirou todas as imagens do lugar, de acordo com jornal local

Torre de igreja colapsou após entrar em contato com lava do vulcão Cumbre Vieja.
Legenda: Torre de igreja colapsou após entrar em contato com lava do vulcão Cumbre Vieja.
Foto: reprodução/redes sociais

A estrutura da torre de uma igreja em La Palma, nas Ilhas Canárias, não resistiu à passagem da lava do vulcão Cumbre Vieja, no último domingo (26). A construção entrou em colapso após o magma correr por cerca de 100 m/h, segundo informou a emissora local RTVC.

Assista

Já ciente do impacto que a erupção vulcânica poderia causar na região, padre e fiéis retiraram todas as imagens e objetos de valor do templo religioso a tempo da lava atingir o lugar. O edifício é localizado no bairro de Todoque, onde moravam cerca de 1.200 pessoas.

As atividades vulcânicas em La Palma já duram oito dias. O fogo cessou durante parte da manhã desta segunda-feira (27). No entanto, voltou a expelir cinzas, em grau consideravelmente menor em comparação aos últimos dias, de acordo com a agência de notícias AFP.

No sábado (25), o vulcão abriu uma nova boca de emissão de lava, a oeste do foco principal de emissão. Aumentando de três para quatro fontes de erupção, com as duas que foram abertas na sexta-feira (24) após mais de doze horas de fortes explosões

Segundo o jornal La Vanguardia, a nova lava correu mais rápido e paralela ao fluxo principal, e enterrou diversas casas. Os danos, por enquanto, são apenas materiais. O vulcão entrou em uma fase mais violenta no fim de semana. 

O governo das Ilhas Canárias já contabiliza cerca de 6 mil pessoas evacuadas, 200 só na sexta, e 400 casas destruídas. O aeroporto de La Palma ficou sem operar, devido à nuvem de cinzas que tomava o espaço aéreo, mas retornou aos trabalhos no domingo (26). 

A última erupção do Cumbre Vieja havia acontecido em 1971. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) advertiu que o encontro das lavas com o mar pode gerar explosões, ondas de água fervente, ou mesmo nuvens tóxicas.

Risco de tsunami no Brasil

Localizado na ilha de La Palma, na costa do continente africano, estudos indicam que, caso tenha erupção explosiva, pode provocar um tsunami capaz de atingir as Américas, e o Brasil, na região Nordeste.

Em entrevista ao Diário do Nordeste na semana passada, o pesquisador do Departamento de Geologia da Universidade Federal do Ceará (UFC), Afonso Rodrigues, explicou que as chances de a possível erupção causar um tsunami que atinja o Brasil são baixas.  

"É muito pouco provável que isso aconteça. A distância é muito grande e o vulcão é muito pequeno. É provável que a gente tenha vulcanismos, mas vulcanismo, mesmo em ilhas oceânicas, não significa dizer que possa causar tsunami, muito menos que possa ser de magnitude suficiente para alcançar o litoral brasileiro", esclarece.

"Teria que haver uma queda de parte da ilha e mesmo assim teria que ser algo muito grande. Mesmo que haja a geração do tsunami a altura que ele chegaria na costa brasileira seria pequena. Nada parecido com o que vemos em filmes. Não devemos nos alarmar e nem se preocupar no momento", acrescenta o pesquisador Carlos Teixeira do Instituto Labomar (Instituto de Ciências do Mar), vinculado à UFC. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo