Rainha Elizabeth foi aconselhada a 'moderar' no consumo de álcool, diz revista americana

Além de martini seco noturno, a rainha é fã de Dubonnet e gim

Martini seco é uma das bebidas preferidas da rainha, destaca revista americana
Legenda: Martini seco é uma das bebidas preferidas da rainha, destaca revista americana
Foto: Reprodução/Facebook

A rainha Elizabeth, 95, foi aconselhada a desistir do consumo de álcool, segundo publicou a revista Vanity Fair neste mês. De acordo com fontes próximas à monarca, médicos liberaram a bebida apenas em ocasiões especiais. A intenção é garantir que ela esteja o mais saudável possível para cumprir agenda de outono e as celebrações do Jubileu de Platina em junho de 2022.

"Não é realmente um grande negócio para ela, ela não é uma grande bebedora, mas parece um pouco injusto que nesta fase de sua vida ela está tendo que desistir de um dos poucos prazeres", disse uma fonte a revista americana. 

De acordo com fontes do palácio, a bebida preferida da rainha é muitas vezes um martini seco que também é o favorito do Príncipe Charles. Mas agora, no cardápio real a água e refrigerantes são itens principais. "O álcool se foi, seus médicos querem ter certeza de que ela está o mais em forma e saudável possível", confirmou uma segunda fonte ouvida pela publicação.

No ano passado, o Palácio de Buckingham lançou até a própria marca de gim, e a rainha permite que o espumante seja produzido a partir de suas videiras no Windsor Great Park.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo