Gasolina sobe de novo e já flerta com marca de R$ 6 no Ceará; veja preços

Pressão inflacionária segue colocando o preço da gasolina nas alturas

Gasolina posto
Legenda: Inflação da gasolina dá trégua no Ceará
Foto: Thiago Gadelha

Continua em plena escalada o preço da gasolina. No Ceará, conforme aponta o último levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), realizado entre 28 de fevereiro e 6 de março, a máxima do litro chegou a R$ 5,749, ou seja, praticamente R$ 5,75. Este valor foi encontrado no município do Crato.

Considerando que, na semana anterior, o patamar mais alto verificado na pesquisa da ANP havia sido de R$ 5,53, houve um salto de 21 centavos no preço máximo praticado.

Gasolina a R$ 6 no Ceará?

Nota-se, com base no recente histórico dos dados, que a trajetória inflacionária da gasolina vem acelerando a cada semana. A esta altura, se não houver significativa mudança no cenário, é questão de tempo para que o litro do combustível atinja a marca simbólica e inédita de R$ 6,00 em algum lugar do território cearense, provavelmente no interior, onde os combustíveis geralmente são mais caros.

Em outros estados, como Acre, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Pará, este nível de R$ 6,00 já foi superado. A ANP verificou gasolina vendida a impressionantes R$ 6,29 no Rio de Janeiro, o maior valor do País.

Com o cenário do petróleo no mercado internacional e a desvalorização do real ante o dólar, a tendência é que os combustíveis sigam em alta no Brasil. Só neste ano, a Petrobras já determinou cinco aumentos.

Cabe ponderar dois pontos sobre a pesquisa da ANP:
1) No caso do Ceará, a metodologia se restringe a poucos municípios. Portanto, é possível que haja valores ainda mais altos em outras cidades, mas o levantamento não consegue captar.
2) Os preços podem ter sofrido alterações desde o período em que os dados foram obtidos.

O preço médio da gasolina manteve-se praticamente estável no intervalo entre a semana encerrada em 27 de fevereiro e a última, passando de R$ 5,23 para R$ 5,24. Ainda assim, trata-se do maior valor da história. Já a gasolina mais barata foi a R$ 5,11.

Em Fortaleza, o valor médio manteve-se em R$ 5,22. Já a máxima chegou a R$ 5,499 na Capital, e a mínima, R$ 5,11.

Confira preços da gasolina nas cidades pesquisadas

  • Crato

Postos pesquisados: 9
Preço médio: R$ 5,354
Preço mínimo: R$ 5,240
Preço máximo: R$ 5,749

  • Fortaleza

Postos pesquisados: 98
Preço médio: R$ 5,229
Preço mínimo: R$ 5,119
Preço máximo: R$ 5,499

  • Juazeiro do Norte

Postos pesquisados: 10
Preço médio: R$ 5,327
Preço mínimo: R$ 5,139
Preço máximo: R$ 5,389

*Nesta semana, a ANP não consultou postos em Caucaia, Itapipoca e Maracanaú, que constavam na penúltima pesquisa.

Infográfico: a evolução do preço da gasolina ao longo dos anos