Fortaleza de Vojvoda: a vontade de ganhar é maior que o medo de perder

O torcedor do Fortaleza sempre quis alguém que resgatasse o estilo, a mentalidade vencedora e a postura ofensiva que Ceni implantou nos quase três anos de trabalho. O argentino é o primeiro a conseguir isso

O técnico Juan Pablo Vojvoda olha o gramado
Legenda: O técnico argentino Juan Pablo Vojvoda tem contrato com o Fortaleza até o fim de 2021
Foto: Kid Júnior / SVM

Há cerca de 40 dias, escrevi aqui na Coluna que o Fortaleza de Enderson Moreira era o oposto de Ceni. O medo de perder era maior que a vontade de ganhar. A comparação com o ex-goleiro era inevitável. Ceni sempre seria sombra de quem assumisse o comando técnico do Tricolor, até que chegasse alguém que voltasse a fazer o time jogar com mais vontade de ganhar que medo de perder. Esse alguém não foi Zé Ricardo, Marcelo Chamusca nem Enderson Moreira. Mas é Juan Pablo Vojvoda.

O argentino é o primeiro treinador pós-Ceni a resgatar o estilo, a mentalidade vencedora e a postura ofensiva que o atual treinador do Flamengo implantou nos quase três anos de trabalho.

O tempo ainda é curto. O argentino nem completou um mês no clube. Mas isso é algo que dá uma dimensão ainda maior ao que ele tem apresentado. Em quatro semanas, fez o que Enderson jamais conseguiu em mais de 100 dias. Podemos ver o resgate do DNA ofensivo, com imposição e jogando com personalidade. É inegável que o trabalho impressiona positivamente.

São seis vitórias e dois empates, com 28 gols marcados (média de 3,5 por jogo) e 4 sofridos (média de 0,5 por jogo). Mas a análise vai muito além dos números.

Postura vencedora

Vojvoda em reunião com o elenco do Fortaleza
Legenda: Mesmo em pouco tempo, Vojvoda tem bom trabalho no Fortaleza
Foto: Leonardo Moreira / Fortaleza

O que mais chama atenção é a postura do time em campo. O elenco é exatamente igual ao que Enderson Moreira tinha à disposição. Não houve nenhuma contratação, nenhuma dispensa.

Os mesmos jogadores que sofriam para vencer adversários bem inferiores tecnicamente, são os que entraram em campo na goleada histórica sobre o Inter, na vitória de virada sobre o Atlético-MG fora de casa e conquistaram o Campeonato Cearense de forma invicta.

A diferença é que o Fortaleza de Vojvoda sabe o que quer quando entra em campo. Sempre com organização, inteligência e estratégia, tem atitude vencedora e uma postura protagonista, de imposição, que busca o gol e joga para cima o tempo inteiro.

Treinador do Fortaleza, Juan Pablo Vojvoda, à beira do campo
Legenda: Vojvoda tem bom desempenho com o Fortaleza no início de trabalho
Foto: Thiago Gadelha

Assumindo riscos e jogando para vencer. "Humildade para correr, personalidade para jogar", como o argentino fala.

Repito o que falei anteriormente, isso passa por uma palavra-chave: mentalidade. O futebol é cruel com quem não tem mentalidade vencedora. Vojvoda tem, e em pouco tempo, tem incorporado isso de forma cristalina aos jogadores.

Ainda há muito o que evoluir, mas o resultado inicial é animador.