Fortaleza terá defesa alternativa contra Colo-Colo e amplia desafio de Vojvoda; veja opções

O jogo ocorre na quarta (25), às 19h, no Monumental de Santiago, no Chile

Benevenuto com semblante sério em jogo do Fortaleza
Legenda: Benevenuto está suspenso e desfalca o Fortaleza contra o Colo-Colo
Foto: Thiago Gadelha / SVM

O sistema defensivo do Fortaleza é um dos grandes desafios da temporada de 2022 e pode ser um cenário adverso na decisão contra o Colo-Colo, no Chile, na quarta-feira (25), às 19h, valendo vaga nas oitavas de final da Libertadores. O técnico Vojvoda pode não contar com três defensores.

Uma baixa é certa: Marcelo Benevenuto. O zagueiro está suspenso por acúmulo de cartões. Além do defensor, dois estão no departamento médico: Tinga, com entorse no pé esquerdo, e Titi, que sofreu dividida e perdeu dois dentes, sendo substituído contra o Fluminense no domingo (22).

Titi deixa campo com boca sangrando em jogo do Fortaleza
Legenda: Titi quebrou dois dentes no último jogo, mas viajou com a delegação do Fortaleza
Foto: Caio Ricard / SVM

Apesar de tudo, Tinga e Titi estão com o grupo. O departamento médico irá confirmar o cenário antes do confronto. A tendência é a avaliação até o duelo.

A missão de encontrar alternativas dentro do elenco é uma grande dificuldade. O colombiano Brayan Ceballos deve ganhar chance. No cenário de baixas confirmadas, Matheus Jussa e Landázuri podem se confirmar caso haja essa manutenção da formação tática 3-5-2.

Opções defensivas do Fortaleza para enfrentar Colo-Colo

  • Marcelo Benevenuto (suspenso)
  • Tinga (avaliação no DM)
  • Titi (avaliação no DM)
  • Brayan Ceballos
  • Anthony Landázuri
  • Matheus Jussa
  • Habraão

Sofreu gol em todos os jogos da Série A

Tinga comemora gol pelo Fortaleza
Legenda: Tinga é o capitão do Fortaleza e desfalcou o time contra o Fluminense por conta de lesão
Foto: Fabiane de Paula / SVM

As mudanças impactam no padrão tático e externam fragilidade no que pode ser um duelo de resistência. No Brasileirão, por exemplo, o Leão é o único que sofreu gols em todas as rodadas.

Ao todo, foram nove em seis jogos, com média de 1,5. O panorama precisa ser compensado no coletivo, através de intensidade de marcação desde o começo com os diversos setores da equipe.

Para a sequência do ano, Vojvoda deve rever o panorama defensivo e buscar novas variações. O caminho dos reforços também deve ser considerado, com um olhar para qualificação no mercado.

Cenário de classificação

Na tabela de classificação, o Fortaleza está na vice-liderança do Grupo F, com sete pontos. A pontuação é a mesma do Colo-Colo, que possui um saldo de gols inferior: 0 x -3. Restando apenas uma rodada, com o Alianza Lima na lanterna, com um, o jogo do Leão é decisivo pela classificação.

Isso porque o River Plate é o líder, com 13. Logo, o time cearense avança com empate ou vitória. Aos chilenos, que jogarão em casa, a única alternativa possível é a vitória, que o deixa nas oitavas.