Conmebol rejeita recurso e Colo-Colo x Fortaleza segue sem público na Libertadores

A partida ocorre na quarta-feira (25), às 19h, no Monumental de Santiago, no Chile

Atletas de Fortaleza e Colo-Colo disputam bola
Legenda: No jogo de ida, na Arena Castelão, o Fortaleza perdeu para o Colo-Colo por 2 a 1
Foto: Kid Júnior / SVM

A Conmebol rejeitou o recurso e manteve Colo-Colo x Fortaleza sem público na próxima quarta-feira (25), às 19h, em uma rodada decisiva da Libertadores. O time chileno foi punido pela entidade após um conflito da torcida em partida contra o River Plate, no Chile, e tentava reverter a medida.

Assim, apenas 70 pessoas podem entrar no estádio Monumental de Santiago no dia do jogo. O "El Caique" ainda ficou com uma multa de 90.500 dólares (cerca de R$ 435 mil). O número envolve as comissões dos clubes, atletas, membros das Federações e jornalistas.

Presidente do Colo-Colo, Alfredo Stöhwing questionou o peso da punição. “Muito desproporcional. Se compararmos com outros eventos, nacionais e internacionais, não vemos uma proporção do que nos puniram. Apesar desse pensamento, os esforços de gestão não se concretizaram”, declarou.

A partida é válida pela 6ª rodada do Grupo F da competição. Na chave, o River tem vaga assegurada no mata-mata e lidera, com 13. O Fortaleza está na 2ª posição, com sete, a mesma pontuação do clube chileno, que tem saldo de gols inferior: 0 x -3. O Alianza Lima, do Peru, é o lanterna, com 1.

Deste modo, Colo-Colo x Fortaleza irá definir um classificado. O time cearense avança com empate.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte