Fortaleza deseja compra de Matheus Jussa e organiza finanças para Benevenuto e Éderson

A diretoria tricolor busca receitas para efetivar a aquisição do trio no fim de 2021

Montagem com fotos de Jussa, Benevenuto e Éderson
Legenda: Jussa, Benevenuto e Éderson são bem avaliados pelo departamento de futebol do Fortaleza
Foto: divulgação / FEC e Thiago Gadelha / SVM

O Fortaleza Esporte Clube se organiza internamente para tentar um novo movimento financeiro na reta final da temporada de 2021: efetuar a aquisição dos direitos federativos dos volantes Éderson (Corinthians), Matheus Jussa (Oeste-SP) e do zagueiro Benevenuto (Botafogo).

Com responsabilidade econômica, a gestão projeta o crescimento do trio a longo prazo e tem interesse na sequência dos atletas. No momento, todos possuem vínculo de empréstimo.

Dos moldes da operação, a mais acessível é a de Jussa. O jogador tem uma opção de compra pré-fixada no contrato para o fim do ano. O cenário é similar ao do volante Ronald, que acertou em definitivo com o Leão após a quitação da cláusula de R$ 1 milhão junto ao Juventus-SC.

Como antecipado pelo Diário do Nordeste, o departamento de futebol também tem como objetivo as compras de Benevenuto e Éderson. A dupla possui prioridade de compra concedida, ou seja, em caso de proposta de outro time, o Fortaleza pode realizar lance e cobrir a oferta.

Importância no elenco

Os movimentos de compra do Fortaleza possuem aval do técnico argentino Juan Pablo Vojvoda e são explicados pela importância dentro de campo. Benevenuto e Éderson são titulares e estão entre os principais destaques da Série A de 2021.

Vojvoda em ação durante jogo do Fortaleza
Legenda: Vojvoda tem contrato com o Fortaleza até o fim da temporada de 2021
Foto: Thiago Gadelha / SVM

Em coletiva recente, ressaltaram o desejo de seguir no clube. Como pertencem a clubes de maior poderio financeiro, exigem uma estrutura econômica maior para a negociação.

Já no caso de Jussa, o atleta é avaliado como polivalente no elenco: atua como volante, zagueiro e lateral. A característica o tornou importante para a maratona de partidas e, com 25 anos, há compreensão de que pode evoluir tecnicamente no time.