UFC 262: Charles do Bronx é campeão peso-leve do UFC com nocaute arrasador; veja resultados

Antes do título, foram 11 anos e 28 batalhas de espera para o brasileiro

Charles do Bronx
Legenda: Charles do Bronx conquista cinturão após 11 anos de espera
Foto: Divulgação/UFC

Depois de 11 anos de espera, com 28 batalhas no octógono, o brasileiro de Guarujá (SP) Charles do Bronx finalmenta recebeu o cinturão de campeão da categoria peso-leve no UFC. A conquista veio diante do americano Michael Chandler, com um nocaute aos 19 segundos do segundo round, no UFC 262, em Houston (EUA). Uma conquista que demorou, mas veio com o estilo agressivo de Bronx, para o marcar ainda mais na competição.

O primeiro round da luta foi tenso, com Charles do Bronx aplicando um chute baixo, que derrubou Chandler. Em seguida, o americano tentando encaixar uma guilhotina, bem defendida pelo brasileiro, que ainda chegou a dominar as costas do adversário. A luta voltou em pé. Do Bronx recebeu dois golpes fortes e caiu. Chandler tentou vazar a defesa de guarda fechada do brasileiro, mas sem sucesso.

O round seguinte foi arrasador, sem tempo para o americano respirar. Nos primeiros segundos, Charles do Bronx encaixou uma esquerda voadora e, em seguida, uma sequência de golpes duros, que fizeram o americano ir ao chão e decretaram o final da luta, por nocaute.

"Provei que eu posso ser o melhor da categoria. Ei Dana, aposta em mim. Você trouxe um monstro do Bellator e eu disse que ia nocautear, e nocauteei. Eu disse para você que eu era um menino no meio dos leões, mas eu agora sou um leão no meio dos leões! Favela, a gente venceu de novo!"
Charles do Bronx
Campeão peso-leve do UFC

Além do cinturão, a vitória ainda rendeu ao brasileiro o prêmio de Performance da Noite. Embolsou US$ 75 mil (aproximadamente R$ 395 mil). O título do peso-leve do UFC estava vago desde 2020, com a aposentadoria do russo Khabib Nurmagomedov, que deu adeus à categoria sem uma única derrota.

Brasileiros

Além da vitória de Charles do Bronx, outros brasileiros também fizeram bonito, como Edson Barboza, que venceu Shane Burgos no terceiro round, com um nocaute diferente. O norte-americano sofreu na trocação com Barbosa nos primeiros rounds. Quando começou o terceiro, recebeu um cruzado de direita e demorou quatro segundos para sentir o efeito do golpe e cair. Barboza cresce no peso-pena.

Edson Barboza
Legenda: Edson Barboza aplica um "nocaute fantasma" em Shane Burgos
Foto: UFC/Divulgação

Priscila Pedrita, representando o Brasil no peso-mosca feminino, nocauteou Gina Mazany no finalzinho do segundo round, com muita disposição. Apelidada de "Menina Zumbi", Pedrita sofreu muitas quedas da americana, mas aproveitou o cansaço da rival para encaixar uma sequência de golpes e nocautear Mazany. 

Pedrita
Legenda: Pedrita aplica sequência de golpes no final do segundo round
Foto: UFC/Divulgação

Na luta entre os brasileiros André Sergipano e Ronaldo Jacaré, melhor para Sergipano, que encaixou uma chave de braço. Foi a primeira finalização sofrida por Jacaré na carreira dentro do MMA. Viviane Araújo enfrentou Katlyn Chookagian e perdeu por decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27).

Confira os resultados do UFC 262:

CARD PRINCIPAL

  • Título Peso-leve: Charles do Bronx venceu Michael Chandler por nocaute técnico aos 19s do segundo round
  • Peso-leve: Beneil Dariush venceu Tony Ferguson por decisão unânime (triplo 30-27)
  • Peso-galo: Rogério Bontorin venceu Matt Schnell por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
  • Peso-mosca: Katlyn Chookagian venceu Viviane Araújo por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
  • Peso-pena: Edson Barboza venceu Shane Burgos por nocaute técnico a 1:16s do 3º round

CARD PRELIMINAR

  • Peso-médio: André Sergipano venceu Ronaldo Jacaré por finalização aos 3:59s do 1º round
  • Peso-pena: Lando Vannata venceu Mike Grundy por decisão dividida (29-28, 27-30, 30-27)
  • Peso-médio: Jordan Wright venceu Jamie Pickett por nocaute técnico a 1:04s do 1º round
  • Peso-mosca: Andrea Lee venceu Antonina Shevchenko por finalização aos 4:52s do 2º round
  • Peso-mosca: Priscila Pedrita venceu Gina Mazany por nocaute técnico aos 4:51s do 2º round
  • Peso-pena: Tucker Lutz venceu Kevin Aguilar por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
  • Peso-leve: Christos Giagos venceu Sean Soriano por finalização aos 59s do 2º round
Quero receber conteúdos exclusivos de esporte