Guto explica Vina na reserva do Ceará e avalia empate com Chapecoense: “faltou sorte pra gente”

A equipe empatou sem gols neste domingo (13) pela Série A

Guto com semblante sério
Legenda: Guto Ferreira acredita que o Ceará dominou a Chapecoense no confronto deste domingo (13)
Foto: reprodução / Vozão TV

O Ceará empatou sem gols com a Chapecoense neste domingo (13), pela 3ª rodada da Série A. Fora de casa, criou chances de perigo, mas não superou a defesa alviverde. Para o técnico Guto Ferreira, o Vovô teve falta de sorte nas finalizações.

“Nós tivemos, estatisticamente, estivemos na frente da Chapecoense em todos os quesitos: posse, finalização, finalização dentro do gol, escanteio, chance clara de gol. Acho que fizemos um 1º tempo muito bom, faltou o gol. Tivemos a infelicidade de em um dos lances a bola bater duas vezes na trave. São detalhes, faltou sorte pra gente”, analisou.

Lima observa jogador da Chape realizar passe
Legenda: Lima foi o jogador mais inspirado no setor ofensivo do Ceará
Foto: Israel Simonton/CearaSC

Em campo, o time iniciou com Vina no banco de reservas. Ao ser questionado sobre o motivo da ausência, Guto ressaltou que o meia não atravessa bom momento e optou por Jorginho no setor.

“A decisão foi nossa de começar com Jorginho e acho que você (repórter) já fez a avaliação do momento dele, ele também consciente do momento. Agora é trabalhar, dar uma refletida. Com certeza é uma peça importante sim e nós temos que ter todo o carinho para ir colocando ele no melhor para conseguir retomar o grande jogador que foi na temporada passada”, explicou.

Com o resultado, o Ceará soma quatro pontos em três partidas, ocupando a 11ª posição. O próximo compromisso na competição é contra o Bahia, na quinta-feira (17), às 16h, na Arena Castelão.

Confira a coletiva de Guto Ferreira

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte