Floresta cria "bolha contra a Covid-19" em CT para conter contaminação; conheça a estrutura

Clube deixa 40 pessoas no CT Felipe Santiago para evitar contágio da doença

O Floresta tem um alojamento com capacidade para 75 pessoas na sede do clube
Legenda: O Floresta tem um alojamento com capacidade para 75 pessoas na sede do clube
Foto: Ronaldo Oliveira / Floresta

O Floresta Esporte Clube atravessa um momento de consolidação no cenário nacional. Vice-campeão da Série D, o time da Vila Manoel Sátiro inovou na pré-temporada e realizou um movimento pioneiro em 2021: criou uma bolha contra Covid-19 para elenco, comissão técnica e staff.

A ação teve início no dia 10 de março, na reapresentação após período de férias. O Diário do Nordeste teve acesso às estruturas da equipe no Centro de Treinamento Felipe Santiago - respeitando o rígido protocolo sanitário imposto pela diretoria alviverde.

Ao todo, 40 membros estão cumprindo quarentena no CT com regime de treinamentos diários. O grupo, com 25 atletas, não recebe visitas ou apresenta contato com pessoas fora das áreas isoladas.

Todos atravessaram uma testagem para o diagnóstico do novo coronavírus e são acompanhados por integrantes fixos dos departamentos fisiológico e médico - também isolados. A medida visa preservar a saúde do grupo e reduzir custos com exames periódicos.

Os atletas do Floresta estão confinados para aprimorar a parte física
Legenda: Os atletas do Floresta estão confinados para aprimorar a parte física
Foto: Ronaldo Oliveira / Floresta

"Não temos a condição dos grandes clubes, então é mais barato manter todo mundo confinado com os devidos cuidados porque, além do controle das atividades, temos o da pandemia. Se colocar na ponta do lápis todos os testes periódicos e pensar no confinamento, que o clube já tem estrutura, diminuímos o custo e temos segurança", explicou Fred Gomes, executivo de futebol do Floresta.

O confinamento está previsto em orçamento e teve uma primeira experiência, mais curta, em 2020. Para manutenção do CT, staff e da folha salarial, o Floresta investe R$ 400 mil por mês. A previsão é ampliar os custos durante a disputa da Série C, aumentando a cota para R$ 600 mil mensais.

Estrutura de qualidade

O Floresta possui uma estrutura de 60 mil metros²
Legenda: O Floresta possui uma estrutura de 60 mil metros²
Foto: Ronaldo Oliveira / Floresta

A bolha de proteção do Floresta é executada nas dependências do próprio CT. Fundado em 9 de novembro de 1954, o clube dispõe de uma estrutura de 60 mil m² com: cinco campos; academia; setores de fisioterapia, fisiologia e nutrição; recovery com piscina e oito banheiras; dois refeitórios; sala de lazer; departamento médico; dois hotéis; além de salas para diretoria e comissão técnica.

Os dois alojamentos oferecem 25 quartos, cada um para três hóspedes - totalizando 75. Os confinados são responsáveis pela higienização dos cômodos sem auxílio de demais funcionários.

"São quartos triplos e só entram os moradores. Eles têm obrigação de fazer a higiene e arrumar os quartos, todo mundo com máscara. Dentro do CT tem a estrutura de higienização. Todo dia é feita a checagem da temperatura e da saturação do oxigênio. Eles avisaram aos familiares e estão apenas com a gente (do futebol), com rígido protocolo”, detalhou Fred Gomes.

Equipamentos do CT Felipe Santiago

  • Três campos com dimensões oficiais
  • Um campo com dimensão reduzida (treinos específicos)
  • Um campo no formato society
  • Academia
  • Setor de Fisiologia
  • Setor de Fisioterapia
  • Setor médico
  • Piscina
  • Oito banheiras
  • Dois refeitórias
  • Espaço de lazer (com mesa de futevôlei)
  • Salas administrativas (comissão técnica, diretoria e setores de inteligência)

O projeto foi inspirado na experiência dos Estados Unidos com a NBA, principal liga de basquete do mundo. A organização reservou, para os 22 participantes da competição, um resort dentro do complexo da Disney, em Orlando, na Flórida (EUA). Com três meses de isolamento prévio, nenhuma infecção foi confirmada e o torneio prosseguiu. O investimento total foi de US$ 170 mi (R$ 875,6 mi).

Vale ressaltar que o Floresta mantém as atividades das categorias de base. Os jovens utilizam campos separados do profissional - um vantagem da estrutura. No atual elenco, 11 atletas passaram pela base alviverde: os goleiros Ytalo Daniel e César Rodrigues; os zagueiros Ismael e Emanuel; o lateral Kayky; os volantes Dudu e Matheus Bahia; os meias Athirson e Renê; os atacantes Paulo Vyctor e Wagner.

Ganho futuro

O técnico Leston Junior participa das atividades com os jogadores do Floresta
Legenda: O técnico Leston Junior participa das atividades com os jogadores do Floresta
Foto: Ronaldo Oliveira / Floresta

O processo de confinamento do Floresta é tratado, dentre os jogadores, como uma versão do Big Brother Brasil (BBB), o reality exibido pela Rede Globo. A proposta, que tem encerramento programado para sábado (27), também tem a finalidade de estreitar os laços do elenco.

A explicação parte do técnico Leston Júnior, que está presente no CT. “Existe uma diversidade grande de faixa etária e perfil. Uns mais voltados para os games, outros para filmes, mas temos aproveitado para rever situações, ampliar as relações com muito diálogo. Pessoal da nutrição e fisioterapia realizam intervenções importantes também. É um ambiente gostoso e que fica como legado na temporada", declarou.

No escopo competitivo, a projeção é chegar forte no Estadual e conseguir o acesso à elite cearense. Devido ao protocolos da Covid-19, a diretoria estima que a 2ª divisão local será disputada em um mês, com início em 24 de abril. Assim, a bolha permite um trabalho mais refinado no elenco.

Objetivos na temporada

  • 2ª divisão do Campeonato Cearense: acesso à elite estadual.
  • Série C do Brasileiro: manutenção e briga pelo mata-mata
  • Copa Fares Lopes: título

"Acho que pelo momento no mundo esse confinamento veio de modo importante para nos preservar da doença. Em termos de preparação física também, porque podemos descansar, comer bem e ficar prontos para essa sequência de jogos”, afirmou o volante e capitão Marconi.

Os atletas podem usar a academia do clube durante o confinamento
Legenda: Os atletas podem usar a academia do clube durante o confinamento
Foto: Ronaldo Oliveira / Floresta

A diretoria participa do Conselho Técnico da Série C nesta sexta-feira (26), com expectativa de definição das datas da competição. Já a Fares Lopes está prevista para o fim do ano.

Logo, a bolha é a primeira etapa no protocolo sanitário adotado pelo Floresta. No mês seguinte, a equipe retoma os testes de diagnóstico e segue novas medidas de prevenção, agora com o grupo liberado para ocupar as próprias residências. A depender do avanço da Covid-19, o confinamento pode ser executado novamente.

Confira imagens exclusivas do CT Felipe Santiago

O Floresta tem cinco campos de treino disponíveis no CT
Legenda: O Floresta tem cinco campos de treino disponíveis no CT
Foto: Ronaldo Oliveira / Floresta

Os atletas do Floresta treinam na academia diariamente com suporte do staff do clube
Legenda: Os atletas do Floresta treinam na academia diariamente com suporte do staff do clube
Foto: Ronaldo Oliveira / Floresta

Cada quarto no alojamento do Floresta recebe até três pessoas
Legenda: Cada quarto no alojamento do Floresta recebe até três pessoas
Foto: Ronaldo Oliveira / Floresta

O Floresta possui uma piscina com alternância de temperatura para recuperação dos atletas
Legenda: O Floresta possui uma piscina com alternância de temperatura para recuperação dos atletas
Foto: Ronaldo Oliveira / Fotografia

O departamrnto de recuperação do elenco registra quatro banheiras
Legenda: O departamrnto de recuperação do elenco registra quatro banheiras
Foto: Ronaldo Oliveira / Floresta

Parte do staff do Floresta está alojada no CT do clube
Legenda: Parte do staff do Floresta está alojada no CT do clube
Foto: Ronaldo Oliveira / Floresta

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte