Ferrão pega Jacuipense, fora de casa, para se manter firme no G-4 da Série C

Após empatar na Arena Castelão contra o Manaus, Tubarão da Barra joga para somar mais pontos, se manter no G-4 e seguir com campanha regular rumo à classificação para a próxima fase do Campeonato Brasileiro

Legenda: Ferroviário e Manaus empataram na Arena Castelão no último jogo
Foto: Thiago Gadelha

Um novo desafio em busca da liderança do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. O contexto explica a ambição e o momento do Ferroviário na temporada de 2020: 66,7% de aproveitamento e três jogos de invencibilidade no torneio nacional. Tudo à prova hoje, às 20h, contra o Jacuipense, no estádio Pituaçu, em Salvador/BA.

O Tubarão da Barra teve semana cheia de preparação desde o empate com o Manaus/AM em casa. A aposta da comissão técnica coral é manter o padrão mesmo longe da Arena Castelão, sempre com defesa sólida, velocidade no sistema ofensivo e na transição, além de construção de espaço para o meia Wellington Rato se movimentar.

O repertório tático tem saldo positivo e consegue ser praticado principalmente quando as condições do gramado são favoráveis. A ausência da torcida promovida pela pandemia de Covid-19 também serve para equilibrar as ações com o adversário.

"A semana cheia conserta algumas coisas, a gente sempre procura vencer para se manter no G-4. Vamos sair em busca dos três pontos, a vitória é importante, mas se não der para trazer (a vitória), que a gente não perca o jogo", analisa o zagueiro Olávio.

A questão crucial, no entanto, é a disposição do plantel para o técnico Marcelo Vilar. Do plantel titular, o comandante precisará reajustar toda a defesa com os três desfalques confirmados: o zagueiro William Machado, o lateral esquerdo Tiago Costa e o direito Gabriel Cassimiro. Já no sistema ofensivo, o treinador ganhou o reforço do volante Linnick, formado nas categorias de base do Vasco. O atleta estava livre no mercado e acertou com o time coral para a sequência da Terceirona.

"O time da Jacuipense é experiente, um time que conseguiu importante resultado fora de casa contra o Paysandu, então está motivado. Vamos encontrar um jogo bastante difícil, mas como a pretensão é continuar entre os quatro primeiros colocados, vamos buscar o resultado positivo", aponta Vilar.

Donos da casa

Após vencer o Paysandu por 2 a 1, o time baiano chega embalado e confiante para encarar o Ferroviário. Em 5º colocado na tabela, o Leão do Sisal tem como missão imediata entrar no G-4 vencendo o próximo compromisso em casa.

"Temos nossas metas, planejamento. Nosso objetivo é subir para a Série B, sabemos que o máximo que podemos conseguir na competição é o título e se podemos lutar por ele, vamos brigar até o fim", afirmou o técnico do time, Jonilson Veloso.

A equipe tem o retorno de três peças que estavam no departamento médico: o lateral esquerdo Vicente, e os volantes Farinha e Railan. Como baixa, o atacante Rafael Bastos, expulso no jogo anterior. A dúvida é o lateral direito Rodrigo Ramos, que sentiu fisgada na coxa durante último treino.

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte