Empresário busca no esporte saída para uma vida saudável

Enrolado em uma rotina de correria no trabalho e início de carreira, Thiago Macedo se viu em situação crítica quando percebeu as mudanças no corpo e na saúde. Mas encontrou no esporte, qualidade de vida, hobby e um negócio

Seja no mar ou nas piscinas, Thiago Macedo se sente em casa. A relação do empresário de 33 anos com a água começou muito cedo. Com três anos, ele foi apresentado às piscinas e conheceu a natação como uma opção para tratar doenças respiratórias. Chegou a disputar competições quando jovem, mas a vida corrida acabou distanciando o rapaz do esporte.

Momento de início de carreira, vida adulta, faculdade e sedentarismo faziam parte da rotina atarefada de Thiago. A vida foi passando e os quilos a mais foram se acumulando. O empresário viu a saúde ficar mais debilitada, mas mantinha a ilusão de que estava tudo bem. O estalo final veio quando o peso impediu Thiago de realizar atividades simples. "Em umas férias fui praticar caiaque e o colete salva vidas não encaixou. Pedi o maior e o rapaz me disse que aquele era o maior tamanho que tinha. Quando me vi nas fotos vi que estava muito acima do peso. Além disso, tinham as complicações na saúde. Subia um lance de escadas e ficava cansado".

A questão estética foi apenas o início para o desejo por mudanças. Thiago também foi alertado pelos médicos de que não estava vivendo um estilo de vida sustentável e precisava mudar urgentemente.

A nutricionista especialista em comportamento alimentar, Jamile Tahim, alerta que, para iniciar a busca por uma alimentação equilibrada, é preciso se perceber. Por meio da observação da rotina alimentar e conhecendo os pontos que favorecem hábitos saudáveis e as possíveis dificuldades, é possível notar uma repetição de padrão alimentar.

"As pessoas tendem a consumir os mesmos alimentos, seja por hábito, praticidade ou acesso. Mas, a partir disso, você ganha estímulo para experimentar novos alimentos, ter acesso a diferentes nutrientes e aumentar a variedade alimentar", explica.

Atualmente, a falta de tempo é o principal argumento utilizado na hora de começar uma rotina mais saudável. A especialista aponta a autossabotagem, mau gerenciamento de tempo e as influências das redes sociais como os principais obstáculos. "Nesse contexto, trabalhamos a importância do paciente se sentir motivado ao longo do processo e, em especial, não esperar pelo outro. Desenvolvemos no consultório estratégias de como organizar e planejar uma refeição prática, saudável e atrativa respeitando a rotina de cada um".

Busca pelo esporte

Além da mudança alimentar, Thiago buscou nas atividades físicas um aliado para a saúde. Tentou academia, mas se viu desestimulado pelo ambiente fechado e pela repetição dos exercícios. Recorreu a um velho amigo: a natação. "Comecei a emagrecer e as pessoas estavam acompanhando. Isso me dava forças para continuar treinando", conta ele, que compartilhava sua evolução nas redes sociais. Nesse tempo, ele perdeu 27 quilos.

A professora Sherida Stite, que acompanha Thiago, fala dos benefícios do esporte. "É um dos esportes mais indicados pela questão de saúde, trabalha a respiração, acelera o metabolismo e contribui na queima de gordura".

O Diário do Nordeste apresenta neste mês uma série com personagens que buscaram equilíbrio na vida pelo esporte. Na primeira matéria, contamos a história de Oara Uchôa, que encontrou no basquete em cadeira de rodas a chance de retomar sua vida após um câncer.


Categorias Relacionadas