Democracia e Jorge Mota triunfam

Em votação histórica e inédita, conselheiros, sócios e torcedores escolheram pela volta de um legítimo campeão

Legenda: Após a confirmação da vitória, torcedores foram abraçar e celebrar com o dirigente, que subiu com o time do Fortaleza para a Série A do Brasileiro em 2002, e retorna ao comando para tentar tirar o clube da terceira divisão
Foto: FOTO: BRUNO GOMES

A Chapa intitulada "Fortaleza de Todos", tendo à frente Jorge Alberto Carvalho Mota, 61 anos, foi a eleita para presidir o Fortaleza no biênio 2015/2016.

Jorge Mota conseguiu 528 votos contra 272 do candidato Silvio Carlos e 57 de Estêvão Romcy, ganhando com mais de 200 votos de diferença sobre o segundo colocado.

Ao todo, 861 votantes, entre conselheiros, sócios-proprietários, sócios-torcedores e apenas 10 sócios remidos participaram do pleito, o maior dos registros históricos conhecidos do Leão. Para se ter uma ideia, na última eleição, apenas 101 conselheiros compareceram para votar no presidente Osmar Baquit.

Festa em paz

Tão logo o presidente da Comissão Eleitoral, o juiz de Direito Fernando Luiz Pinheiro Barros anunciou o resultado da eleição, Jorge Mota desceu para a Praça Ney Rebouças, onde a torcida o esperava para festejar a vitória.

Aos gritos de 'o campeão voltou e uh! Está na moda, o Leão do Jorge Mota', a torcida tricolor saudou a chegada do novo presidente. Com bandeiras e sinalizadores, os fãs tricolores deu um colorido especial à praça.

Ali mesmo, no meio do povo, Jorge Mota deu a sua primeira entrevista como presidente eleito do Fortaleza.

Jorge Mota disse que havia recebido várias manifestações de apoio, antes da eleição, mas não as tornou públicas, em respeito aos outros candidatos. "Agora, vou começar a trabalhar mesmo. Não poderíamos fazer nada porque esperávamos o resultado da eleição, mas vamos partir para um time grande, forte e vencedor", disse ele.

d

Principais metas

Estão entre as principais metas do novo presidente: primeiramente, conquistar títulos, pois sem eles não conseguirá levar o clube com tranquilidade; fortalecer o de sócio-torcedor; continuar dando apoio às categorias de base; desenvolver um programa de marketing agressivo, que leve o torcedor para junto do clube; aumentar a capacidade do Estádio Alcides Santos; criar um museu para resgatar a história do Fortaleza, afora outros projetos de seus companheiros.

Jorge Mota disse que está aberto para conversar com os candidatos que foram derrotados no pleito, como Silvio Carlos e Estêvão Romcy, no sentido de aglutinar forças, aproveitando o que cada um puder oferecer.

Corrêa e Cametá poderão retornar

O presidente eleito do Fortaleza, Jorge Mota, informou ontem que existem pelo menos três jogadores do elenco que disputou a Série C de 2014 que interessam à sua diretoria para que retornem em 2015.

O primeiro deles é o volante Corrêa, um dos atletas mais regulares do elenco e que estava apenas aguardando o final da eleição para negociar com o clube. Segundo o presidente eleito, o jogador está praticamente certo.

Outro atleta que interessa muito é o lateral-direito Tiago Cametá, que também aguarda um contato para definir tudo.

Jorge Mota talvez não consiga mais trazer de volta o terceiro jogador que estava nos planos, o volante Guto, que já teria acertado seu ingresso no Botafogo da Paraíba. O técnico Marcelo Chamusca também não está descartado, embora existam outros nomes que serão procurados pelos dirigentes eleitos.

Saiba mais

Posse

De acordo com o presidente da Comissão Eleitoral, o juiz de Direito Fernando Luiz Pinheiro Barros, a posse dos novos eleitos no Fortaleza acontecerá no dia 1º de janeiro. O mandato do atual presidente, Osmar Baquit, vai até 31 de dezembro

Transição

A partir desta semana, começa a transição no comando do clube. Osmar Baquit vai receber Jorge Mota para passar todas as informações atuais do clube e colaborar com a futura gestão

Entrevista com Jorge Mota, presidente eleito do Fortaleza

"Tentaremos tirar outra vez o penta do Ceará"

Qual sua primeira medida?

Vou me reunir com meus pares de diretoria, para procurar formar um time forte e impedir o pentacampeonato do Ceará. Não podemos pensar em entrar numa competição sem querer ganhá-la. Já tiramos um penta do Ceará e vamos tentar tirar outra vez em 2015.

Como conseguir recursos?

Quem tem uma torcida do tamanho da nossa não precisa se preocupar em arranjar os recursos, pois eles virão. Não vai faltar dinheiro, não. Se a torcida estiver junto de nós, aí vamos para cima e não tem essa de temer o desafio, não.

Quem será seu diretor de futebol?

Não vou anunciar ainda ninguém agora. Durante a semana, vou me reunir e buscar os nomes mais apropriados para cada cargo.

Ivan Bezerra
Repórter

f

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte