Cruzeiro entra em contato com Rogério Ceni para tratar de dívidas de 2019

Clube mineiro precisou pagar R$ 1,9 milhão para acertar a rescisão contratual

Legenda: Rogério Ceni retornou ao Fortaleza após 47 dias dirigindo o Cruzeiro
Foto: Thiago Gadelha / SVM

A diretoria do Cruzeiro entrou em contato com Rogério Ceni para solucionar as dívidas trabalhistas junto ao treinador. O contato ocorreu após o ex-goleiro e atual comandante do Fortaleza afirmar que não recebeu "um centavo por dia trabalhado" no time mineiro em 2019. A informação da consulta foi confirmada pelo ge.

Os valores são mantidos internamente. Para rescisão contratual, a Raposa pagou R$ 1,9 milhão. As partes debatem sobre o modo de pagamento, mas o dirigente compreendeu o cenário financeiro da Raposa.

Ceni ficou no Cruzeiro por oito jogos em mais de um mês de trabalho. Deixou o time e acertou retorno ao Fortaleza por divergência com o elenco celeste da época e eliminação nas semifinal da Copa do Brasil com placar acumulado de 4 a 0 para o Internacional.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte