Cerapió começa hoje com jornada de mais de mil quilômetros

Iniciando em Fortaleza, serão quatro dias de prova, passando por Itapajé, Sobral, Pedro II (PI) até terminar em Teresina (PI) no dia 31, com competidores de todo o Brasil. Além de estrangeiros, o Ceará domina os inscritos: são 127

Legenda: Cerapió teve largada promocional nesta segunda-feira (27), em Fortaleza
Foto: FOTO: KID JUNIOR

A Praia do Futuro recebe cerca de 400 participantes de 22 estados, mais Distrito Federal, para mais uma edição do Cerapió. Ontem, foi realizada a largada promocional e hoje, todos os competidores vão iniciar oficialmente a jornada que consiste em encarar os mais de mil quilômetros de off-road (cerca de 400km para as bikes), entre deslocamentos e provas, com 358km logo no primeiro dia. Ao todo, serão quatro dias de prova, passando por Itapajé (CE), Sobral (CE), Pedro II (PI) até terminar em Teresina (PI) no dia 31 de janeiro.

Com representantes de todo o Brasil, além de estrangeiros, o Ceará domina entre os inscritos. São 127 cearenses. A equipe com maior peso é a Rally Team, com 40 pessoas distribuídas em 15 veículos, sendo 12 carros e três UTVs.

Outro destaque é a Equipinico. São 18 na equipe, sendo 13 pilotos nas motos. Entre os pilotos, está Rogério Almeida, que retorna às duas rodas nesta 33ª edição do evento para celebrar três décadas de off-road. "De 2000 para cá, praticamente competi só de carro. Há dois anos, eu resolvi dar uma voltinha de moto, fazia muito tempo que eu não andava, e voltei às motos. Este ano estou fazendo 30 anos e decidi voltar às origens no Cerapió", pontua.

A sua primeira participação no evento foi em 1990, quando despertou para o mundo 4x4. "Eu corria de motovelocidade e decidi experimentar um rally. Fui com meu companheiro de equipe e virou uma paixão. Tive a felicidade de vencer em 92 na categoria principal das motos. Uma curiosidade é que o cartaz de 1992 foi do meu dia de estreia no evento em 1990, então foi completo: era o cartaz da prova e venci a prova geral", acrescenta.

Neste ano, a competição será válida pelo Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade, da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), Campeonato Brasileiro de Rally de Regularidade, da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) e pelo ranking nacional Stage Race, da CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo).

"O Rally Cerapió é uma prova que acontece há muitos anos, com formato espetacular, que junta várias categorias. Estou ansioso para voltar a participar nos UTVs. Espero repetir aqui o resultado do Dakar", evidencia Lourival Roldan, parceiro do cearense Armando Bispo nos UTVS.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados