Alison e Álvaro perdem, e vôlei de praia não terá medalha pela 1ª vez em Olimpíadas

Brasileiros perdem para letões Martin Plavins e Edgar Tocs por 2 a 0 e Brasil não tem mais chances de medalha

Legenda: Alison e Alvaro perdem nas quartas de final do vôlei de praia ao perderem por 16/21 e 19/21 para os letões
Foto: Gaspar Nóbrega/COB

O Brasil não tem mais chance de medalhas no vôlei de praia nas Olimpíadas de Tóquio. Alison e Álvaro Filho foram eliminados nesta quarta-feira do vôlei de praia masculino, eles que eram a última esperança de medalha do Brasil na modalidade. 

 Antes, Bruno e Evandro tinham caído nas oitavas de final, assim como Ágatha e Duda, e Ana Patrícia e Rebecca pararam nas quartas.

Os brasileiros perderam para os letões Martin Plavins e Edgar Tocs por 2 a 0, parciais de 21/16 e 21/19. 

A dupla brasileira errou demais durante a partida e em momentos cruciais da partida, sendo derrotada com surpreendente facilidade.

Os adversários na semifinal são os noruegueses Anders Mors e Christian Sorum, campeões do Circuito Mundial de 2018 e 2019 e um dos principais favoritos ao pódio.

Histórico

Na história das Olimpíadas, o Brasil conquistou 13 medalhas, sendo o país que mais vezes foi ao pódio na modalidade.

O Brasil sempre esteve representado entre os três melhores do vôlei de praia desde os Jogos de Atlanta em 96, quando a modalidade foi incluída no programa olímpico.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte