Liga da Justiça de Zack Snyder já está disponível no Brasil; saiba como assistir e o que esperar

Filme é nova versão da produção lançada em 2017, possui 4h de duração e está disponível para "aluguel" em solo brasileiro

Liga da Justiça de Zack Snyder está disponível
Legenda: Novo filme da DC foi lançado mundialmente por meio do streaming nesta quinta (18)
Foto: divulgação/Warner Bros

O novo filme de Liga da Justiça — ou Snyder's Cut, como é chamado pelos fãs dos quadrinhos — já está disponível em streaming nesta quinta-feira (18). Por aqui, no Brasil, o filme está disponível em plataformas como Apple TV, Claro e Google Play.

No entanto, a estratégia utilizada para lançar o filme em solo brasileiro foi pensada de uma forma diferente, simplesmente por questões de logística. Pensado para integrar o catálogo do serviço da HBO Max, o longa chega em outras plataformas na Internet justamente porque o streaming em questão só estreia em junho no Brasil.

Como assistir ao 'Liga da Justiça de Zack Snyder'?

Os interessados em conferir a história, que ganhou releitura do diretor Zack Snyder, devem desembolsar a quantia de R$ 49,90 para uma espécie de "aluguel do filme". Além das plataformas já citadas, a produção também ficará disponível no PlayStation Video, no Sky Play, no Vivo Play ou no Youtube.

Segundo a Warner Bros, responsável pela distribuição, a partir de junho ele estará disponível somente no HBO Max, e não poderá mais ser encontrado nas outras plataformas.

O que é o Snyder's Cut?

Zack Snyder não é desconhecido para os fãs da DC Comics. O diretor norte-americano foi o responsável por produções como 'O Homem de Aço', que retrata a história do Super-Homem, e 'Batman e Superman'. Conhecido pela linha mais sombria adotada para o universo cinematográfico dos heróis, ele foi designado a uma nova versão de Liga da Justiça.

Entretanto, o que ninguém esperava era que o diretor precisaria desistir da produção por conta de problemas pessoais. Com a saída oficial, Joss Whedon, diretor de filmes como 'Os Vingadores', foi o escolhido para a tarefa, mas o resultado final não agradou os fãs. As alegações eram de que o tom leve prejudicou o andamento da trama.

Desde o lançamento oficial, realizado em 2017, os fãs de Liga da Justiça fizeram campanha para o relançamento da história, dessa vez com um corte especial de Zack Snyder, que chegou a participar de boa parte das gravações. 

O pedido foi atendido somente no ano passado, quando a Warner anunciou publicamente que a versão de Snyder, mais sombria e mais densa, seria disponibilizada ainda em 2021. 

4 coisas para esperar do Snyder's Cut

1. Aprovação dos fãs

Poucas horas após o lançamento oficial, a 'Liga da Justiça de Zack Snyder', como o longa é chamado no Brasil, já parece ter agradado tanto os fãs como a crítica especializada. 

No Rotten Tomatoes, site conhecido por reunir a opinião dos críticos, a película já abriu com mais de 74% de aprovação geral. A surpresa está justamente no fato de que o filme anterior, de Joss Wheedon, havia recebido apenas 40% de comentários positivos na plataforma.

Jared Leto como Coringa
Legenda: Jared Leto também aparece no longa rapidamente e pode ser algo esperado pelos fãs
Foto: divulgação/Warner Bros

Para os fãs, claro, isso é um bom sinal. Segundo relatos nas redes sociais, a história se mostra mais coerente e coesa com os personagens, além de ter caráter de grandiosidade nas histórias principais.

A ação, por exemplo, citada como um dos pontos falhos do filme anterior, foi levantada como um dos principais trunfos da versão de Snyder. Além disso, contam os fãs, todos os heróis ganham destaque merecido e bastante tempo de tela

2. Longa duração

Para os que aguardaram o lançamento por anos, não vai faltar material para análise. Isso porque o novo filme chega com cerca de quatro horas de duração, algo que já havia sido confirmado pelo próprio diretor.

Antes, a especulação era de que o filme seria dividido em quatro partes, com uma hora de duração para cada. No entanto, Snyder desistiu da ideia, deixando a cargo dos fãs a decisão de escolher como acompanhar a trajetória.

3. Final maduro

Ainda segundo a crítica especializada, o final escolhido por Snyder para a produção é completamente diferente do caminho tomado por Wheedon. Além do visual gráfico melhor desenvolvido, o diretor também apostou em deixar pistas para um caminho da DC nos cinemas.

Para acrescentar ainda mais dramaticidade ao produto, Zack Snyder chegou inclusive a preparar um epílogo especial para a nova versão. No entanto, fãs apontam, nada que mude os rumos gerais da história.

4. Similaridade com original

Porém, nem tudo são flores. Segundo parte da crítica norte-americana, por exemplo, o novo trabalho traz algumas características similares ao lançado por Joss Wheedon anos atrás. O Collider, site especializado em cinema, definiu o filme como uma espécie de "versão estendida" do anterior. 

Dessa vez, o mesmo problema do lançamento de 2017 pode se repetir: nada especificamente ganha uma profundidade necessária. Entretanto, fãs já afirmaram falta de concordância nessa questão.