DJ Ivis pede perdão a Pamella Holanda em suposta carta lida pelo advogado do cantor

Cearense diz que áudios vazados de conflitos dela e cantor é estrategia de defesa para descredibilizar provas dela

Pamella Holanda e DJ Ivis, que foi filmado agredindo a esposa
Legenda: Pamella afirma ter quatro anos de relacionamento com DJ Ivis
Foto: Reprodução/Instagram

A cearense Pamella Holanda, vítima de agressões de DJ Ivis, revelou que o cantor enviou uma suposta carta, por meio do advogado, com um pedido de perdão. Em vídeo no Instagram, nesta sexta-feira (23), ela disse ainda que os áudios de conflitos dela e do paraibano foram vazados pela defesa do cantor como estratégia para conseguir a liberdade dele. 

"Na terça-feira, recebi uma ligação de um dos advogados dele [DJ Ivis], inclusive é um dos advogados com mais proximidade com ele, é amigo pessoal. Ele me ligou para ler para mim uma suposta carta que o Ivis escreveu para mim, pediu, aliás para o advogado escrever", contou Pamella Holanda.

Assista ao depoimento de Pamella Holanda:

A cearense conta que ouviu o texto do advogado e que a carta apelava para o lado emocional. "Fala o quanto tem sido difícil, também falou um pouco da Mel, mas muito pouco e no final ele me pede perdão. Na hora em que me ligaram para me dizer, que o advogado me ligou para contar dessa suposta carta, eu tava dando a janta da Mel. Fui ouvindo, o que o advogado estava lendo, me dizendo".

A ex-companheira de DJ Ivis disse ainda que o advogado do cantor questionou, por diversas vezes, qual o sentimento dela com a mensagem assinada pelo paraibano.

"Eu sabia que eles iam fazer isso, mais uma das estratégias da defesa dele. E o tempo inteiro me perguntando o que eu tinha a falar sobre, o que eu achava daquilo, qual o meu parecer daquilo. A única coisa que eu disse foi que, de verdade, não queria que tivesse chegado a esse extremo, a minha vida, a vida dele, a vida da Mel que também é envolvida, que a gente tem que ter, todo mundo, uma responsabilidade maior, mas eu não vejo, realmente ninguém se preocupando de fato com ela. Principalmente, ele como pai dela".
Ex-mulher de DJ Ivis
Pamella Holanda

Ainda em vídeo, a cearense falou que, apesar de todo sofrimento, ainda reza por DJ Ivis. "Eu disse que tava todo mundo  orando por ele, porque ninguém queria que isso tivesse acontecido. Quando digo ninguém eu me incluo cem por cento nisso".

Áudios vazados

Nesta sexta-feira (23), o portal Metrópoles divulgou áudios de conflitos de DJ Ivis e Pamella Holanda. A cearense contou em vídeo que sabia da existência dos áudios e que poderiam ser usados contra ela.

"Então, como eu não me sensibilizei, não... pq eu já sabia que fariam isso. Quando foi ontem, foram supostamente vazados áudios de brigas minha e do Ivis. Sempre soube e tive conhecimento desses áudios, até porque ele sempre gravava todas as nossas brigas. Ele filmava, enfim. Ele produzia, ele mesmo produzia defesa para ele. Porque ele sabia que estava errado e sabia também que ele ia ser desacreditado, descredibilizado, em visto do que ele fazia comigo", relatou Pamella Holanda.

A ex-companheira DJ Ivis disse ainda que os advogados dela conseguiram recuperar imagens apagadas do sistema de vigilância da última casa em que eles moraram juntos. "Ele apagou imagens da câmera, da última casa que a gente morou. Mas meus advogados conseguiram recuperar. Tem imagens dele me ameaçando com uma faca. Tem gravações com áudio dele falando que vai me mandar matar e que já estava há um ano se planejando se separar de mim, que não tinha nada no nome dele, nem casa, nem carro, nada". 

Na avaliação de Pamella Hollanda os áudios vazados foram divulgados com o intuito de descredibilizar as ações dela. "Querem apelar para isso. Querem apelar para opinião pública. Querem me pintar de louca. Desequilibrada. Sempre soube. Eu consigo vir aqui com tranquilidade, porque não que eu esteja preparada, mas eu tinha noção do que poderia ser usado contra mim para me difamar, injuriar, para dizer que eu era uma péssima mãe. Porque vai ser usado o que puder ser usado para o pedido de liberdade dele ser aceito".

Depressão pós-parto

Nos relatos de Pamella Holanda, ela evidencia o estado de saúde após a gestação. A cearense disse ter sido diagnostica com depressão pós-parto e até com necessidade de tomar medicações.

"Fiz terapia desde o final da minha gestação. Tomei medicamento, tomei o que poderia se tomado naquele momento, estava grávida e não poderia tomar qualquer remédio. Logo depois do parto tomei medicamento. Quando tive então  o desmame da Mel, eu também tomei  medicamento porque fui diagnosticada mesmo com depressão pós-parto por fatores hormonais como também pela vida que eu tinha, levava, que eu estava tendo como pai da minha filha", relata.

​Um ambiente hostil, em que eu era agredida o tempo inteiro. Não só fisicamente, mas com palavras, com falta de respeito. Fui agredida, inclusive, depois eu cheguei do hospital, quando cheguei da cirurgia, depois da complicação do parto
Pamella Holanda
Ex-mulher de DJ Ivis

Por fim, Pamella Holanda diz temer pela guarda da filha. "Agora, a estratégia deles é essa, é apelar. E tentar tirar minha filha de mim e tentar fazer com que as pessoas me crucifiquem. Duvidar, me jugar, eu tenho que ficar vendo e lendo todos os maiores absurdos que eu já vi em toda minha vida calada. Porque até o que eu falo aqui podem usar contra mim, tudo que eu falo eu tenho que provar. Me sinto como se eu já tivesse, tivesse não, estou completamente ferida".

Quero receber conteúdos exclusivos do É Hit