Sérgio Cabral admite propina e diz que ex-secretário bancou seus familiares após prisão

O ex-governador do Rio admitiu pela primeira vez que recebia propina e distribuía dinheiro a aliados políticos