Aprenda a construir um modelo de negócios no primeiro minicurso do Vem Empreender

Documento fundamental para uma empresa, o modelo de negócios contém nove itens que, uma vez preenchidos, apresentam informações básicas para o funcionamento do empreendimento

Legenda: Apresentar as demandas dos seus clientes é um dos principais detalhes de um modelo de negócios
Foto: Shutterstock

O primeiro passo de muitas empresas está na ideia inicial. Seja por observação de uma oportunidade, uma nova tendência do mercado ou mesmo por necessidade, dar início à atividade empreendedora é uma tarefa que requer planejamento. Uma das principais ferramentas - seja para o momento de início da empresa ou em uma eventual renovação - é o modelo de negócios.  

No primeiro minicurso do projeto Vem Empreender - A Retomada, especialistas em empreendedorismo abordam o tema “Inove seu modelo de negócios”. Por conta do período de pandemia, inúmeras empresas precisaram se adaptar, lançar novos produtos, abdicar de outros, passaram a utilizar a internet como meio de vendas, entre outros pontos.  

Por meio da ferramenta do modelo de negócios, o empreendedor pode visualizar os principais pontos da empresa, realizando as modificações conforme necessário. A partir do preenchimento dos elementos, se cria um norte para a empresa. É importante ressaltar que se pode repetir o preenchimento quantas vezes forem necessárias para a conclusão do modelo.  

Segundo Rogério Nicolau, coordenador do Escritório de Gestão, Empreendedorismo e Sustentabilidade (Eges), da Universidade de Fortaleza (Unifor), a proposta do minicurso é convidar os empreendedores a verificarem quais elementos de inovação podem ser trazidos para os clientes. “O consumidor muda os seus gostos, suas preferências, hábitos de consumo também são alterados em decorrência de múltiplos fatores.”  

Confira a aula 1 do minicurso “Inove seu modelo de negócios”:

Por onde começar? 

De acordo com Rogério, o método mais comum de elaborar um modelo segue sendo por meio do Business Model Canvas. A ferramenta apresenta, em nove itens, os elementos que compõem e validam um negócio. Conheça mais sobre cada etapa.  

Proposta de valor 

Aqui são validados os elementos do segmento de clientes, ou seja, o que a empresa oferece que efetivamente irá resolver os problemas de um nicho e por que os clientes devem optar pelo seu negócio. Uma questão importante é a de que a proposta de valor é validada pelos clientes. Logo, de nada adianta o empreendedor acreditar que o foco da empresa se dá em uma área, quando a percepção externa acaba sendo outra.  

Acerca deste tópico, Rogério Nicolau sugere que o empreendedor pode desenvolver um canvas específico da proposta de valor, como forma de deixá-la melhor definida.  

Para evitar outros riscos, o coordenador do Eges também destaca que o próximo tópico, “segmento de clientes”, seja elaborado até mesmo antes da proposta de valor do negócio. Como, muitas vezes, uma empresa surge a partir de uma ideia, dar início a esse processo sem uma validação dos clientes pode acarretar em equívocos. “A proposta de valor estará diretamente ligada às necessidades, anseios e desejos dos seus clientes”, pontua Rogério Nicolau.  

Segmento de clientes 

Neste tópico é descrito o público que consome os serviços ou produtos da empresa. É preciso que o empreendedor conheça seus clientes, quais interesses possuem, o que veem de positivo no negócio, o que entendem como diferencial, as formas de pagamento que preferem, se esperam vendas on-line ou somente presenciais, entre outros pontos.  

“Quanto mais você garimpar informações desse cliente, quem é ele, o que ele pensa, o que faz, seus hábitos, seu próprio formato de compra, que produtos busca, que medos tem, quanto mais você conseguir definir, mais elementos desse cliente você pode embutir na proposta de valor da sua empresa”, comenta Rogério.  

Canais 

A forma com a qual a empresa irá se comunicar com os clientes e, assim, tornar conhecida a proposta de valor. Logo, são as formas de venda, comunicação, distribuição e pós-venda. A partir da análise dos clientes, é possível saber quais são os canais mais adequados para eles.  

Relacionamento com o cliente 

São as ações que a empresa vai realizar para manter um relacionamento com o cliente. Qual será o diferencial em relação à concorrência? A depender da faixa etária que o negócio busca, diferentes abordagens devem ser utilizadas. Tais ações podem ter objetivos distintos e serem incluídas dentro desse campo, como para retenção de clientes, aquisição de novos, manutenção etc.  

Confira a aula 2 do minicurso “Inove seu modelo de negócios”:

Fontes de Receita 

São as formas com a qual sua empresa arrecada dinheiro. Ou seja, pelas vendas dos produtos, assinaturas dos clientes (como em uma academia, por exemplo), taxa de uso de um serviço, entre outras. As opções variam conforme o foco da empresa. No caso de um negócio iniciante, é importante que o empreendedor possua recursos suficientes para manter a operação funcionando mesmo que nos primeiros meses ainda não arrecade o suficiente.  

Atividades chaves 

Elementos que estão ligados à operacionalização da proposta de valor, como a produção, o desenvolvimento do produto, distribuição, entre outros fatores.  

Parcerias principais 

Aborda as relações que a empresa precisará manter para fazer com que o negócio funcione de forma adequada. Fornecedores, empresas terceirizadas e consultorias são alguns dos exemplos de parceiros que podem trabalhar em conjunto numa empresa.  

Recursos chaves 

Itens que vão permitir a realização das atividades. Matéria-prima, maquinário específico, quantidade de funcionários, cargos e recursos estruturais “São o que você vai precisar para efetivamente conseguir entregar aquilo que você promete”, explica Rogério Nicolau.  

Custos 

Toda a concepção do modelo de negócios precisa estar angariada em dados, mas a área de custos demanda uma atenção especial. Colocar todas as despesas necessárias para o funcionamento da empresa é fundamental para que não haja desperdício de recursos. Aqui, é preciso separar os custos fixos - que ocorrem todos os meses, como aluguel, folha de pagamento - dos custos variáveis - aqueles que oscilam a depender do período e da demanda por um produto.  

Confira a aula 3 do minicurso “Inove seu modelo de negócios”:

Após conhecer todas as etapas da elaboração de um modelo de negócios, é hora de praticar. Confira a atividade sugerida pelo professor clicando aqui.

Veja mais detalhes e revise o que você aprendeu:
Baixe o E-book “Inove seu modelo de negócios”  

 

Responda ao questionário abaixo para receber o certificado de participação do segundo minicurso do projeto Vem Empreender. 

 

Em caso de dúvidas, entre em contato pelo e-mail: eges@unifor.br.
Escritório de Gestão Empreendedorismo e Sustentabilidade (EGES)  
De segunda a sexta-feira, de 8 às 18h.  

Quero receber conteúdos exclusivos do Vem Empreender