Ministério da Saúde cria sala para monitorar casos desconhecidos de hepatite aguda em crianças

Brasil registra 41 ocorrências notificadas em nove estados; no mundo, casos da doença já chegam a 20 países

Legenda: Secretarias municipais e estaduais de saúde foram orientadas a notificar os casos
Foto: Agência Brasil

Após o surgimento de 44 casos de hepatite aguda infantil no Brasil, o Ministério da Saúde instalou uma sala para investigar as ocorrências de origem desconhecida. O espaço, aberto na última sexta-feira (13), deve monitorar as notificações e apoiar as investigações sobre as causas da enfermidade. 

De acordo com a Agência Brasil, a sala seguirá ativa todos os dias da semana e buscará padronizar as informações apuradas.

Todas as secretarias municipais e estaduais de saúde, assim como os laboratórios centrais e de saúde pública foram orientados a notificar os casos

"O objetivo também é contribuir para o esforço internacional na busca de identificação do agente etiológico responsável pela ocorrência da hepatite aguda de causa ainda desconhecida".
Ministério da Saúde

Casos no Brasil

O País concentra 44 casos de hepatite aguda já notificados, porém, três foram descartados e os outros seguem em monitoramento. Dentre os estados que já reportaram ocorrências à Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério, estão:

  • São Paulo: 14 casos;
  • Minas Gerais: 7 casos;
  • Rio de Janeiro: 6 casos;
  • Paraná: 2 casos;
  • Pernambuco: 3 casos;
  • Santa Catarina: 3 casos;
  • Rio Grande do Sul: 3 casos;
  • Mato Grosso do Sul: 2 casos;
  • Espírito Santo: 1 caso.

A Agência Brasil ainda detalhou que a sala instaurada pelo Ministério agrega a participação de técnicos da pasta, da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e de especialistas convidados.

Ocorrências internacionais

Em cenário internacional, pelo menos 20 países já registraram cerca de 200 casos de hepatite de origem desconhecida, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Apesar da doença não se manifestar de modo severo, o transplante de fígado foi necessário em cerca de 10% das ocorrências.

A maioria dos casos reportados, até o último dia 29, se concentraram no Reino Unido, representando 163 pacientes. Além desse país, também tiveram casos da doença:

  • Espanha;
  • Dinamarca;
  • Irlanda;
  • Itália;
  • Noruega;
  • França;
  • Romênia;
  • Bélgica;
  • Argentina;
  • Holanda;
  • Israel;
  • Estados Unidos. 

A hepatite aguda tem afetado principalmente crianças e jovens entre um mês de vida até os 16 anos. Até este mês, foi relatada somente a morte de um paciente.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil