Deputada federal de Goiás posta vídeo ‘caçando’ Lázaro em helicóptero e de fuzil

Segundo a parlamentar, a atitude foi para criticar a postura do governo goiano nas buscas pelo serial killer

A deputada federal Magda Moffato (PL-GO) publicou o vídeo da 'caça' a Lázaro em sua conta no Instagram.
Legenda: A deputada federal Magda Moffato (PL-GO) publicou o vídeo da 'caça' a Lázaro em sua conta no Instagram.
Foto: Reprodução/Instagram

A deputada federal Magda Moffato (PL-GO) publicou em suas redes sociais no último sábado (19) um vídeo dela própria dentro de um helicóptero e armada com um fuzil. Segundo a parlamentar, ela estava se deslocando para Cocalzinho, no interior de Goiás, em busca do serial killer foragido Lázaro Barbosa.

“Te cuida, Lázaro. Se o Ronaldo Caiado [governador de Goiás] não deu conta de te pegar, eu estou indo aí te pegar. Comandante rumo para Cocalzinho”, escreveu Moffato no Instagram. No vídeo, a deputada aparece sobrevoando uma região de mata.

Nos comentários, internautas criticaram a postura de Moffato. Um deles escreveu que a atitude era “falta de respeito com os policiais que estão exaustivamente dedicando” forças à captura de Lázaro. 

A deputada, que se descreve como alguém que defende quem trabalha pelo Brasil, respondeu: “Minha crítica não é aos policiais. A PM de Goiás é a melhor do Brasil. Minha crítica é à falta de logística, até de alimentação, à tropa que atua no caso. Minha crítica é para que o Caiado proporcione condições”, explicou, e repetiu o argumento em outros comentários semelhantes. Neste domingo (20), ela fez uma nova publicação reforçando que jamais criticou a polícia goiana, mas, sim, a forma como é tratada pelo Governo.

Na última postagem do governador Ronaldo Caiado (DEM) em suas redes sociais sobre o assunto, há três dias, ele escreveu: “Não vou admitir que desmereçam as nossas forças de segurança, que são referência nacional e têm trabalhado incansavelmente na busca pelo criminoso Lázaro”.

Sobre o caso

Conhecido popularmente como
Legenda: Conhecido popularmente como "serial killer do DF", Lázaro tem extensa ficha criminal e é descrito pelas autoridades como psicopata.
Foto: Reprodução

Lázaro Barbosa está foragido há 12 dias. Ele é acusado de cometer a chacina de Ceilândia, no Distrito Federal, e teria sido visto por moradores ao invadir uma fazenda para roubar alimento e dinheiro, nesta sexta-feira (18), em Cocalzinho.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil