Buscas por Lázaro Barbosa fazem espaço aéreo ser fechado no interior de Goiás

Ele foi visto em uma região de mata fechada

Policiais na mata em busca de Lázaro Barbosa
Legenda: A força-tarefa montada para capturar Lázaro recebeu a informação de que ele foi visto em uma área de mata fechada
Foto: Reprodução / SSP-GO

O espaço aéreo de Girassol, distrito de Cocalzinho de Goiás, foi fechado nesta segunda-feira (21) para as buscas por Lázaro Barbosa, 32, suspeito de uma série de crimes no Distrito Federal e em Goiás. As informações são do Correio Braziliense

A força-tarefa montada para capturá-lo recebeu a informação de que Lázaro foi visto em uma área de mata fechada, e somente aeronaves do Estado ou drones podem sobrevoar o local. A procura pelo suspeito já dura 13 dias.

A região está sendo vasculhada por policiais em viaturas e helicópteros das forças de segurança. Segundo o Correio, trata-se de uma região de fazendas.

Dois drones da inteligência também são usados na operação, sendo um o Mavic Zoom e o outro o Enterprise, com sensor de calor. 

Estradas bloqueadas

As BRs 070, 414 e 153 - que cortam a região onde se concentram as buscas - estão sendo fiscalizadas por 45 agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Distrito Federal e de Goiás.  

Os pontos de bloqueio são instalados em locais estratégicos e mudam conforme a movimentação do suspeito. Quem passa pelas estradas e tiver alguma informação relacionada ao caso, pode denunciar pelo telefone 191

Crimes

Segundo a Polícia, Lázaro é autor de um quádruplo latrocínio em Ceilândia, no DF, além dos crimes em Goiás. Nos últimos dias, o indivíduo invadiu propriedades rurais da região, fez três pessoas reféns e baleou outras quatro, entre elas, um policial militar.

Para conseguir capturar Lázaro, 270 agentes da Segurança Pública foram deslocados para a missão. Foi criado um disque-denúncia para informações sobre o suspeito: (61) 9 9839-5284. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil