Mendoza "executa" América-MG em Minas

Confira a coluna desta quarta-feira (9) do comentarista Wilton Bezerra

Mendoza comemora gol pelo Ceará
Legenda: O atacante Mendoza marcou duas vezes na vitória do Ceará contra o América-MG
Foto: Fausto Filho / CSC

O América-MG distribuiu-se em campo, com sentimento de propriedade. Vinha de vitórias em casa.

Fustigou o Ceará, levando o time de Dorival Júnior a assumir uma postura defensiva, com quatro zagueiros e três volantes na captura.

O jogo sofreu uma burocratizada e os goleiros não tiveram trabalho.

O domínio americano acabou se tornando estéril,  pela alta capacidade de desarme do Ceará, durante o jogo todo.

Adotando serenidade, o Ceará se adequou às circunstânciads defensivas que o jogo impôs, para anular o América.

Depois, restou ao alvinegro designar Mendoza, para resolver a outra parte: a consecução dos gols.

Em dois contra-ataques (um em cada tempo), o colombiano usou a arma da velocidade para "executar" o adversário.

Dois lances, na mesma praça, no mesmo banco e no mesmo jardim.

Zagueiro que aposta corrida com esse jogador não tem como ganhar.

Fechando os espaços, com rigorosa marcação, o Ceará enervou o "Coelho" e o desequilibrou.

Vitória que recuperou preciosos pontos que o Ceará perdeu no Castelão.