Em meio a tensão política, BNB diz que diretoria segue inalterada

Disputa política pelo comando do banco volta a aquecer bastidores

Anderson Possa
Legenda: Anderson Possa assumiu a presidência do BNB em setembro de 2021
Foto: Fabiane de Paula/Diário do Nordeste

Diante da agitação nos bastidores sobre a possível saída do atual presidente interino, Anderson Possa, do comando do Banco do Nordeste (BNB), a entidade de fomento publicou comunicado ao mercado afirmando que a composição da diretoria se mantém.

"O Banco do Nordeste (BNBR3) informa que, considerando as notícias veiculadas na imprensa durante o último fim de semana, sobre alterações na composição da Diretoria Executiva do BNB, a mesma permanece inalterada, inclusive com a manutenção do Sr. Anderson Possa na interinidade da Presidência, acumulando também a Diretoria de Negócios. Quaisquer alterações na composição da Diretoria Executiva serão oportuna e tempestivamente comunicadas", divulgou.

Conforme o colunista Inácio Aguiar, do Diário do Nordeste, retornou a disputa de forças políticas para o comando do BNB, que já fora alvo de embates ao longo do ano passado, culminando, inclusive, com a saída do então presidente Romildo Rolim e a ascensão de Possa, ainda que interinamente.

Aliás, a manutenção de Possa como interino no comunicado ao mercado, em vez de sua efetivação, dá margem para o crescimento das tratativas políticas. Não é de hoje que o Centrão mostra apetite sobre o cargo.

Entenda a tensão no BNB

Desde a eclosão de uma crise política exposta pelo cacique do Centrão, Waldemar Costa Neto, o banco, uma poderosa máquina com orçamento de mais de R$ 40 bilhões anuais, está envolto em turbulências.

O epicentro é o Inec (Instituto Nordeste Cidadania), uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que gere, desde 2003, o Crediamigo, programa de microcrédito bilionário do BNB.

Após o Governo Federal demonstrar, nos bastidores, insatisfação com o fato de um programa tão poderoso ser operacionalizado por uma entidade cuja diretoria supostamente tinha nomes ligados ao PT, Possa assumiu a presidência com a missão de encontrar um novo gestor para o Crediamigo.

O BNB publicou edital para selecionar uma nova gestora, mas, em novembro, anunciou que as empresas candidatas não cumpriram os requisitos necessários.

Em recente entrevista com esta Coluna, Possa informou que o BNB estuda formas de assumir a operacionalização do Crediamigo, maior programa de microcrédito da América Latina.

Alguns processos, diz, já estão sendo internalizados pelo banco, mas as definições de como se dará a operação ainda serão comunicadas ao mercado.

Desembolso recorde

Para se ter dimensão do impacto do BNB, em 2022, a previsão é que os desembolsos totais superem R$ 45 bilhões, cifra recorde.

O banco tem enorme importância no estímulo ao desenvolvimento da economia do Nordeste, desde o microcrédito, fomentando os pequenos empreendedores, às concessões de maior porte, fortalecendo áreas como infraestrutura e energias renováveis.



Assuntos Relacionados