Qual chocolate é mais saudável? Especialista relata melhores opções

Nutricionista afirma que até 30 gramas de chocolate pode ser consumido diariamente e até por quem está fazendo dieta para emagrecer

Chocolate meio amargo
Legenda: Quanto maior a concentração de cacau, mais indicado é o chocolate
Foto: Shutterstock

A entrega de ovos de chocolate na Páscoa é uma tradição milenar. Resistir ao consumo do doce pode ser um grande desafio para quem está seguindo alguma dieta ou busca manter uma alimentação mais equilibrada. Mas será se realmente é preciso ter um comportamento mais extremista ou existe um chocolate mais saudável? 

A nutricionista Fabiana Fontes, especialista em saúde da mulher, nutrição esportiva e clínica, explica ser possível sim consumir chocolates em períodos como da Páscoa. Ela conta que o segredo está na moderação da ingestão e aconselha dividir o doce ao longo da semana.  

“Se for comer os ovos de chocolate ou as barrinhas tente dividir ao longo da semana. O ideal para não prejudicar a sua dieta seria um consumo de 30 gramas por dia de chocolate”.

Sobre existir um chocolate mais saudável, Fabiana aponta que o ideal é optar pelos doces que possuem uma maior concentração de cacau, que é rico em antioxidante. “Os mais saudáveis são os chocolates com 75% cacau ou mais, que além de mais cacau na sua formulação ainda teria menos gordura e menos açúcar”. 

Qual tipo evitar 

ovo de páscoa recheado
Legenda: Nutricionista orienta evitar ovos de Páscoa com muito recheio
Foto: Shutterstock

Já na lista do que deve ser evitado está o chocolate branco. Segundo a especialista, essa opção é feita a base de manteiga de cacau, que não possui benefícios antioxidantes, e o chocolate ao leite, muito calórico por ser rico em açúcar e gordura.  

Na hora de escolher o ovo de Páscoa, Fabiana orienta comprar os modelos menores e evitar aquelas opções que possuem muito recheio, pois, segundo ela, aumentaria a ingestão de calorias. A dica é procurar os que ofertam chocolate meio amargo até os de 75% de cacau.  

Para as crianças, ela recomenda evitar ovos de Páscoa muito grandes ou que contenham caramelos ou  os que são recheados. Esses modelos são mais calóricos e ricos em açúcar. Ela alerta ainda ao cuidado com os corantes.  

Melhor chocolate para quem está de dieta  

Na lista de chocolates mais indicados para quem está seguindo um plano alimentar, a nutricionista lista com maior concentração de cacau. Ela alerta também para o cuidado com os chocolates diets, pois esses foram desenvolvidos para diabéticos e, portanto, não tem açúcar, porém são calóricos por terem um pouco mais de gordura na sua formulação. 

“Os chocolates 75% cacau (possuem mais antioxidantes - mais cacau, menos açúcar e gordura), seguido do Amargo (normalmente 50 à 75% cacau) e para aquelas pessoas que não estão acostumados com o sabor mais amargo, escolha o meio amargo ( 40% cacau) que embora tenha um pouco menos de cacau, é uma boa opção para quem está de dieta. Sempre comendo com moderação”.  
Fabiana Fontes
Nutricionista

Quantidade de consumo ideal  

A quantidade recomendada de ingestão diária de chocolate, de acordo com a profissional, é, no máximo, de 30 gramas. Fabiana Fontes explica que essa quantidade não aumentaria muito as calorias totais do dia e atende a vontade de ingestão do doce.  

Diferença de chocolates amargos 

A principal diferença entre chocolates amargos e meio amargos está na concentração de cacau. A especialista detalha que à medida que essa concentração varia também altera o açúcar e a gordura. “Normalmente quanto mais amargo, mais cacau e menos gordura e açúcar”.  

E na hora de escolher o chocolate, é importante olhar a composição e os ingredientes que ele possui. “Qual primeiro item que seria o de maior concentração, quais os componentes dele (se tem vários nomes como açúcar invertido, mel, xarope de glicose, nomes diferentes, mas que no final são açúcares). Se teria algum corante ou muitos conservantes”. 

  • Meio amargo: 40% de cacau
  • Amargo: de 50 a 75% de cacau

Quem quer emagrecer pode comer chocolate?  

A nutricionista afirma que quem está realizando dieta com foco no emagrecimento pode ingerir chocolate ao longo do dia. Ela pondera que o paciente escolha as melhores opções e capriche no resto da alimentação e faça exercícios físicos.