Como acabar com retenção de líquido? Especialistas explicam causa e como alimentação ajuda

Condição ocorre quando há acúmulo de água dentro das células e pode ser causada também por doenças

pé sendo apertado e com marcas de retenção de líquido
Legenda: Um dos sinais de retenção é apertar e ficar a marca na pela
Foto: Shutterstock

Algumas vezes ao sair da rotina alimentar, após ingestão de bebida alcoólica ou até durante o período pré-menstrual é comum sentir o corpo com uma maior retenção de líquido. Essa condição ocorre quando há acúmulo de água dentro das células e pode ser causada por diversas situações e até por doenças.  

A médica cirurgiã vascular Juliana Alfaia explica a retenção de líquidos pode ser intensificada pelo uso de medicamentos, ingestão de alimentos ultraprocessados, ingestão excessiva de sal e doenças como distúrbios da tireoide, sedentarismo e obesidade.  

Segundo a especialista, a retenção pode trazer riscos à saúde, pois o corpo precisa de água para realizar reações químicas, porém quando há em excesso, pode comprometer a produção de hormônios e substâncias vitais para o bom funcionamento do organismo. 

Os sintomas que apontam que o corpo pode estar com retenção de líquido vão desde sensação de estufamento até marcas na pele. “O paciente se sente incomodado, mais ‘empachado’, com a pele mais brilhosa, sente dores, formigamentos, sensação de queimação na pele e quando aperta fica a marca do dedo”, detalha Juliana. 

Para combater a retenção de líquido, a médica recomenda que se mude os hábitos e o paciente ajuste a alimentação e siga uma rotina de atividades físicas. Também é aconselhado, conforma a especialista, “evitar muito tempo parado (estático) e usar roupas de tecidos confortáveis e orgânicos, que ajudem na movimentação dos líquidos”. 

Juliana Alfaia aponta a alimentação como o carro chefe na hora de combater a retenção de líquido. Nesse contexto, a nutricionista clínica e especialista em Modulação intestinal, Giovanna Gabrielle, explica que é preciso evitar alimentos ricos em sódio, fazer da base da sua alimentação os alimentos naturais e evitar os industrializados. 

A nutricionista aponta ainda os alimentos mais recomendados que podem ajudar o organismo a não reter tanto líquido. São eles: melancia, melão, abóbora, abacaxi, pepino, folhas verde escuras no geral, mamão, laranja, cereais integrais. 

Giovana lembra também que a hidratação é outro fator que contribui na redução da retenção. “É preciso estar bem hidratado, ingestão de água de no mínimo 40 ml por kg de peso do paciente. A água vai ajudar no bom funcionamento dos rins e colaborar para eliminar toxinas do corpo”. 

As drenagens linfáticas são, segundo as duas especialistas, outro método que ajuda na movimentação e na eliminação do excesso de líquidos.  

Como "desinchar" o corpo 

Para ajudar o corpo a ter menos retenção é necessário, conforme a nutricionista, manter hábitos saudáveis na maior parte do tempo. Veja as dicas da profissional: 

  • Alimentação equilibrada e prática de exercícios fisicos.  
  • Aumentar o consumo de água (40 a 50 ml por kg de peso) 
  • Consumir alimentos ricos em fibras - frutas no geral, semente de chia e linhaça, aveia, alimentos integrais.  
  • Prática de exercício físico.  
  • Chás diuréticos. 
  • Drenagens linfáticas também são bem vindas, como auxílio da base.  

Consumo de chá 

A nutricionista explica também que os chás são compostos bioativos que podem ser implementados na rotina como um “plus”. Eles precisam estar atrelados a uma alimentação balanceada e prática de atividade física.  

Os chás diuréticos são: hibisco, chá verde, cavalinha, dente de leão, canela e funcho. A especialista lembra que não deve misturar ervas sem orientação profissional e cuidado com a quantidade ingerida durante o dia”.  

Alimentos que mais atuam para gerar retenção 

Giovana finaliza listando os alimentos que atuam para causar a retenção de líquido. São eles:  

  • Alimentos industrializados ricos em sódio.  
  • Consumo excessivo de açúcar, farinha branca e álcool. 
  • Embutidos: salsicha, presunto, bacon 
  • Temperos prontos.