Racismo de torcedor do River revolta e exige punição exemplar para que não haja tensão na volta

Cearenses que foram ao Monumental respeitaram Buenos Aires e torceram em paz

Banana atirada por torcedor argentino
Legenda: Banana atirada por torcedor argentino contra tricolores
Foto: Reprodução

A atitude sem graça, covarde, torpe, vil, asquerosa, revoltante e imunda de um torcedor do River Plate no jogo contra o Fortaleza, nesta quarta-feira (14), no Estádio Monumental de Núñez, precisa de uma manifestação rápida e punição efetiva por parte do time argentino e da Conmebol.

Não há muito o que acrescentar sobre o fato de um delinquente jogar uma banana para brasileiros, situação que já está repetitiva em jogos que ocorrem em território argentino.

Precisamos nos concentrar sobre as punições, pois são elas que realmente coíbem este tipo de atitude e fazem os autores se arrependerem e virarem exemplo para os demais. Além disso, podem diminuir o risco de tensão no jogo da volta, na Arena Castelão. Alguns brasileiros mais revoltados já preveem 'reações', via redes sociais.

É óbvio que a conscientização a reconstrução cultural são remédios de longo prazo e que são mais efetivos que a coerção.

Mas na repetição dos fatos e na inabilidade das entidades responsáveis em mudar o cenário, faz-se necessário um peso maior nas penalidades.

O time deve também receber sanções? Sim, deveria ao meu ver. Não com relação a perda esportiva de pontos etc, mas, pelo menos, perda de mando de campo. É fazer a massa sentir e repelir atos como este.

Torcedores do River riem e aprovam ato racista
Legenda: Torcedores do River riem e aprovam ato racista
Foto: Reprodução

O que mais revolta na cena é que além do autor do racismo outros riem e aprovam o acontecimento. São nestes que as punições devem se concentrar, além do autor do delito.