Fortaleza terá técnico estrangeiro; clube aguarda Ariel Holan e tem outros dois nomes na lista

A intenção da diretoria leonina é que o novo técnico comande treinos no Pici já na próxima semana. Próximos dias serão decisivos em negociações

Ariel Holan comandando o Santos
Legenda: Ariel Holan deixou o Santos após 12 partidas na temporada de 2021
Foto: Ivan Storti / Santos

O próximo treinador do Fortaleza ainda não foi oficialmente escolhido, mas uma coisa é certa (a menos que aconteça uma enorme mudança de rumo): ele não será brasileiro. O clube até buscou as opções nacionais que encaixam no estilo de jogo desejado pela diretoria, como Fernando Diniz, mas não houve progresso nas conversas. Com isso, o Tricolor ampliou o leque e passou a avaliar nomes de estrangeiros. O que este colunista já falou anteriormente ser um acerto.

A iniciativa da diretoria em buscar nomes que estão fora do radar "óbvio" é bastante positiva e mostra que o clube, de fato, está querendo alguém que chegue para fazer diferente do que a maioria dos nomes que o mercado nacional oferece.

No momento, três nomes estão na lista leonina. Um deles é o de Ariel Holan, que deixou o Santos nesta semana. O ge.globo noticiou que o Fortaleza aguarda uma resposta do ex-santista, que assina rescisão com o Peixe neste sábado (1º).

A Coluna apurou que, até o momento da publicação desta matéria, o negócio não está fechado. Mas há uma boa chance de ser ele (como falei, são três nomes na lista).

Com todos os candidatos, já houve etapas de conversas, entrevistas, apresentação de todo o projeto, inicial apresentação do elenco, da estrutura do clube e explanação da ideia de modelo de jogo desejada.

A parte financeira é a última a ser discutida.

A intenção da diretoria leonina é que o novo técnico comande treinos no Pici já na próxima semana. Portanto, não há desperdício de tempo.

O anúncio oficial deve ocorrer nos próximos dias. Este fim de semana será crucial e poderá deixar as negociações em estágio bem avançado.