Fortaleza vive um capítulo inédito e histórico na Libertadores sendo 3º nordestino nas oitavas

O time cearense garantiu vaga ao vencer o Colo-Colo nesta quarta-feira (25)

Pikachu comemora gol pelo Fortaleza
Legenda: Pikachu marcou um dos gols do Fortaleza na vitória contra o Colo-Colo
Foto: divulgação / Conmebol

O Fortaleza Esporte Clube está nas oitavas de final da Libertadores da América. O dia é 25 de maio, agora eternizado na história do clube cearense. O feito é sem precedentes, inédito, como os capítulos recentes escritos pelo time, que há cinco anos estava na Série C. Tudo conquistado com uma vitória em Santiago, no Chile, contra o Colo-Colo, garantindo a vaga no 4 a 3.

Ao torcedor, o privilégio. É a dimensão do momento de grandeza, de perceber o time na maior competição de clubes da Conmebol. De sobra, foi apenas o 3º nordestino na história que conseguiu avançar de fase na competição, igualando marcas anteriores do Sport (2009) e do Bahia (1989).

Marcas do Fortaleza desde 2017

  • 2017: acesso à Série B.
  • 2018: título da Série B e da Copa do Nordeste.
  • 2019: participação na Série A, título cearense e vaga na Copa Sul-Americana.
  • 2020: participação na Série A e título cearense.
  • 2021: participação na Série A (G-4), título cearense, semi da Copa do Brasil e vaga na Libertadores.
  • 2022*: participação na Série A, título cearense e da Copa do Nordeste e oitavas da Libertadores.

(*): temporada em andamento.

A missão está cumprida, apesar da possibilidade de mais. Antes mesmo de entrar em campo, tinha se garantido nas oitavas de final da Sul-Americana com 3ª posição firmada do Grupo F. E foi além.

Campanha do Fortaleza na Libertadores de 2022

Jogos: 6
Vitórias: 3
Empate: 1
Derrota: 2
Gols feitos: 10
Gols sofridos: 9
Aproveitamento: 55,6%

Jogos do Fortaleza na Libertadores

07.04 - Fortaleza 1x2 Colo-Colo
13.04 - River Plate 2x0 Fortaleza
27.04 - Fortaleza 2x1 Alianza Lima
05.05 - Fortaleza 1x1 River Plate
18.05 - Alianza Lima 0x2 Fortaleza
25.05 - Colo-Colo 3x4 Fortaleza

Fortaleza comemora gol
Legenda: O Moisés brilhou em campo com dois gols e uma assistência pelo Fortaleza
Foto: divulgação / Conmebol

Assim, a ascensão segue através de um jogo dramático. Sob o comando do argentino Juan Pablo Vojvoda, o Fortaleza foi um dos quatro principais times do Brasil e agora se apresentou mais à América, seja pela participação na Sul-Americana em 2020, a festa da torcida no estádio e a Liberta.

O Brasileirão ainda é um problema, está na lanterna, com um ponto em 18 disputados. Há tempo para reação, que deve ser imediata antes do cenário ser irreversível. O que não anula o marco atual.

Domínio e drama: a história

O Fortaleza iniciou a partida com uma postura intensa desde o início, mantendo o esquema 3-5-2 e apostando na transição. O caminho foi facilitado com o gol cedo, de Silvio Romero. No contra-ataque, Moisés ampliou. E o resultado parcial estava além do sonho projetado pela comissão técnica: 2x0.

A dramaticidade é escrita no peso do adversário, único chileno campeão da Liberta na história, acostumado com o torneio e que conseguiu um gol no fim do 1º tempo, com Brayan Ceballos contra.

Fortaleza comemoram gol contra Colo-Colo
Legenda: O Fortaleza avançou no mata-mata da Libertadores na 1ª participação cearense no torneio
Foto: divulgação / Conmebol

Do 2x1, um Leão cirúrgico e melhor após a expulsão de Rojas, aos 5 do 2º tempo. Assim, foi dominante e conseguiu mais dois, com Moisés e Pikachu. A goleada estava escrita, mas as mudanças atrapalharam o Fortaleza. Com mexidas no meio-campo e ataque, o Leão cedeu terreno.

A pressão do Colo-Colo cresceu, ainda mais com o gol de Gil. Apesar de tudo, ainda longe. O clube foi "Fortaleza", sustentou a vitória e chegou no campo desbravado. Está nas oitavas do maior torneio de clubes da América com méritos.