Fortaleza prepara 'missão europeia' e vai visitar clubes como Arsenal, Lyon e Getafe em dezembro

A iniciativa foi uma indicação do técnico argentino Vojvoda projetando 2022

Imagem aberta do estádio do Lyon, na França
Legenda: A diretoria do Fortaleza também definiu a estrutura do Lyon como um dos alvos da viagem
Foto: divulgação

O Fortaleza prepara uma “missão na Europa” em dezembro. Com a temporada histórica em 2021, na semifinal da Copa do Brasil e no G-4 do Brasileirão, a gestão acatou uma sugestão do técnico argentino Juan Pablo Vojvoda e montou um roteiro de viagem para conhecer clubes de Espanha, França e Inglaterra.

Com exclusividade, o Diário do Nordeste apurou que a imersão terá 20 dias. O objetivo é conhecer equipes da 1ª divisão no exterior com baixo orçamento e colher informações de três ciclos principais: estrutura, metodologia e inteligência. Assim, tentar trazer mais soluções à gestão para 2022.

Ao término das visitas da comitiva, com média de três dias em cada time, um documento será elaborado com a descrição da experiência e de situações que podem se adaptar à realidade tricolor. A viagem terá membros do departamento de futebol e do Centro de Inteligência (CIFEC), como o diretor de futebol Alex Santiago, que possui fluência em inglês, espanhol e francês.

Imagem aberta do estádio do Arsenal
Legenda: O Arsenal, da Inglaterra, é um dos clubes previstos no roteiro do Fortaleza na Europa
Foto: AFP

Roteiro na Europa com clubes visitados:

Espanha

  • Getafe | patamar financeiro paralelo ao Fortaleza
  • Elche | patamar financeiro paralelo ao Fortaleza

França

  • Lyon | potência na Europa em processo de reestruturação

Inglaterra

  • Arsenal | potência na Europa em processo de reestruturação
  • Brentford | patamar financeira paralelo ao Fortaleza

Foco no futuro

Em contato com a cúpula cearense,  Vojvoda mencionou a possibilidade de viagem como uma forma de coleta de dados para a sequência do crescimento estrutural do Fortaleza. Com foco no clube, o comandante tem atuação nos processos internos e quer melhorias para a próxima temporada.

Vojvoda conversa com elenco do Fortaleza
Legenda: O treinador argentino Juan Pablo Vojvoda tem boa gestão de grupo no Fortaleza
Foto: Thiago Gadelha / SVM

Assim, o time vai analisar etapas como os software utilizados em treinos e jogos, métodos de captação e análise de mercado para categorias de base e profissional, além de tarefas e planejamentos estratégicos das outras diretorias para se manter competitivo na elite nacional.

Vale ressaltar que o clube prepara a criação de um departamento científico a longo prazo e investiu em tecnologia e banco de dados em 2021 para estabelecer protocolos internos no trabalho. A meta atual é deixar um legado estrutural e organizacional para além do resultado dentro de campo.