Ceará busca até oito reforços para temporada de 2022 e avalia saídas do elenco; veja detalhes

O primeiro reforço alvinegro foi o volante Richardson, com contrato até o fim de 2024

Elenco do Ceará comemora gol
Legenda: A diretoria do Ceará deseja melhorar o nível do elenco para a temporada de 2022
Foto: Kid Júnior / SVM

A diretoria do Ceará trabalha na montagem do elenco para a temporada de 2022. Com avaliações internas do elenco, o clube deve buscar até oito contratações. A informação foi revelada pelo presidente alvinegro Robinson de Castro em coletiva de imprensa nesta terça-feira (14).

“Vamos fazer contratações e serão pelo menos seis, sete ou oito contratações, mas com muito cuidado porque temos boa espinha dorsal e tudo hoje é caro (compra). A escolha do jogador passa por estrutura, ambiente, logística, e a nossa é a pior. Nós rodamos o Brasil muito mais que outros clubes”, declarou o dirigente.

O primeiro nome confirmado foi o volante Richardson, com vínculo até o fim de 2024. O jogador estava no Kashiwa Reysol-JAP e tem uma identificação grande com a torcida alvinegra.

"A gente vai diminuir um pouco o plantel em comparação. Tinha muitos do Sub-23, então vamos realizar alguns empréstimos. Já tem uns do Sub-23, alguns do principal, vamos conversar para emprestar, mas vai reduzir o número porque se tem muito jogador, fica gente sem jogar, é ruim para o jogador e o treinador", explicou.

Metas do Ceará para temporada 2022

  • Campeonato Cearense: ser campeão.
  • Copa do Nordeste: chegar na final.
  • Copa do Brasil: chegar no mínimo às quartas de final.
  • Copa Sul-Americana: avançar na fase de grupos.
  • Série A: conseguir vaga internacional para 2023.

 

Saídas do elenco

No momento, o departamento de futebol avalia situações internas e definiu pelo menos quatro nomes que irão deixar o Vovô: o zagueiro Klaus (fim de contrato), o meia Jorginho (retorna para Athletico-PR) e os atacantes Yony (retorna ao Benfica-POR) e Airton (retorna ao Cruzeiro).

O dirigente também revelou que o volante Fabinho, assim como outros atletas com vínculo próximo do fim, são reavaliados. Em termos de negociação, Robinson ressaltou que o atacante Rick está sendo vendido ao futebol europeu e que parte dos jogadores com vínculo vigente podem ser emprestados.

"A gente está fazendo uma avaliação permanente, tem atletas que possuem contrato e estão em avaliação final. Tem atletas que estão encerrando contrato e boa parte já saiu, alguns que ainda temos contrato e podem ser negociados, emprestados", afirmou.

Fabinho com a bola dominada em jogo contra o Flamengo
Legenda: Fabinho vem atuando como titular no Ceará desde a chegada de Tiago Nunes
Foto: Felipe Santos / Ceará SC

Sobre os atletas que retornam de empréstimo, o clube aguarda as chegadas do meia Wescley, que estava no Juventude, e do lateral Alyson, ex-Sampaio Corrêa. O primeiro pode ficar em Porangabuçu para cumprir o contrato até junho de 2022 se não receber uma proposta.

Já no caso do defensor, o Vovô tem ofertas e não deve integrá-lo ao elenco principal. Hoje, se avalia uma transferência ou acordo entre as partes para facilitar a chegada na nova equipe.

Coletiva de Robinson de Castro