Torcedora do Fortaleza de 96 anos recebe visita de Juba e Stella e ganha camisa em homenagem

Dona Dolores foi presenteada pelo capitão Tinga, que enviou a camisa com o nome da ilustre torcedora

Legenda: Dona Dolores, de 96 anos, recebeu a camisa do Fortaleza e uma carteirinha de sócio-torcedor das mãos dos mascotes Juba e Stella
Foto: Matheus Amorim/FEC

Um amor que ultrapassa qualquer idade. Uma paixão de longa data. As frases "clichês" que relacionam amor e tempo resumem bem o sentimento de Dona Dolores, de 96 anos, torcedora apaixonada do Fortaleza Esporte Clube, que pediu, de presente de natal, uma camisa do capitão Tinga.

O pedido, claro, foi aceito pelo clube tricolor, que surpreendeu Dona Dolores no Lar Três Irmãs, onde mora há quase duas décadas, com uma camisa em homenagem ao Outubro Rosa e uma carteirinha de sócio-torcedor.

"Que coisa linda, estou super orgulhosa, graças a Deus, no meio de tantos problemas e chateações, estou tendo uma grande alegria."
Dona Dolores
Torcedora do Fortaleza

A camisa pedida por Dona Dolores veio com o nome da longeva torcedora tricolor. Aos 96 anos, se emocionou com o recado especial do ídolo tricolor Tinga à leonina.

"A senhora merece, Dona Dolores, merece a camisa e todo o carinho do mundo. Esperamos realizar outros sonhos também junto com o clube."

Natural de Russas, no interior do Estado do Ceará, Dona Dolores se mudou para a capital, onde casou e teve filhos. Em entrevista ao Globo Esporte CE, Dolores comentou sobre o período em que recebia visita dos atletas do Tricolor do Pici em sua casa.

"Sou de Russas, namorei, casei, tive filho e os filhos foram para Fortaleza. Os jogadores moraram perto da base aérea e iam lá para casa."

Contribuições

A visita dos mascotes Juba e Stella serviu de visibilidade para o Lar Três Irmãs, que abriga idosos desde 2014 e tem trabalho 100% desenvolvido através de doações. Thacyane Almeida, coordenadora do lar, destacou a importância da contribuição.

"Hoje a gente vive 100% de doações. As pessoas se sensibilizam com nosso trabalho e nos ajudam. Estamos sempre fazendo campanha para as pessoas ajudarem a casa, porque o consumo de frauda e leite é muito grande."

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte