Suspensão do Campeonato Cearense dará mais tempo de preparação para Guto e Enderson

Estadual ainda não tem previsão de retorno e, com isso, treinadores terão mais tempo de treinamentos para realização de avaliações e ajustes nas equipes

guto enderson
Legenda: Guto Ferreira e Enderson Moreira aproveitarão tempo para aprimoramentos em Ceará e Fortaleza, respectivamente
Foto: Thiago Gadelha/SVM

O anúncio do decreto de isolamento social rígido, divulgado na noite da última quinta-feira (11) pelo governador Camilo Santana (PT), estabeleceu a suspensão do Campeonato Cearense. A Federação Cearense de Futebol (FCF) não divulgou tabela detalhada das próximas rodadas e, com isso, o certame ainda não tem previsão de volta. A decisão, obviamente, afeta todos os clubes participantes do torneio, mas é fato que, para Ceará e Fortaleza, dará também mais tempo de preparação aos treinadores.

Isso porque tanto Guto Ferreira, do lado Alvinegro, como Enderson Moreira, pelo Tricolor, emendaram uma temporada na outra - menos de uma semana após o fim do Campeonato Brasileiro, os times já entraram em campo pela Copa do Nordeste - e terão pela frente, ainda, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana (somente o Ceará).

Não houve pré-temporada, o que fez com que os testes e avaliações, sobretudo com relação aos novos contratados, sejam realizados no decorrer das primeiras partidas do ano. Isso já ficou perceptível nos últimos jogos.

Com uma competição a menos para disputar, entretanto, é fato que haverá mais tempo para que se possa, através dos treinamentos, realizar análises mais detalhadas e fortalecer as ideias dos treinadores.

"Novo" Fortaleza

Enderson Moreira, com a camisa do Fortaleza, de braços abertos na beira do campo
Legenda: Enderson Moreira vive situação complicada no comando do Fortaleza
Foto: Thiago Gadelha

O técnico Enderson Moreira assumiu o Fortaleza ainda na Série A do Campeonato Brasileiro, restando dez rodadas em disputa. O presidente Marcelo Paz sempre deixou claro que agora é que será possível avaliar, de fato, o trabalho do treinador.

O comandante leonino tem a missão de montar um "novo" Fortaleza, que tenha sua filosofia e conceitos de jogo. Já tem sido possível perceber algumas mudanças, como a utilização do sistema 4-2-3-1, sempre com a presença de um 'camisa 10' nato, capaz de armar as jogadas pelo meio.

Além disso, também tem realizado importantes testes para observar as respostas de novos reforços e outros jogadores que não receberam muitas oportunidades na última temporada.

"Eu tenho muita consciência do que está sendo plantado. E espero que a gente possa colher frutos futuros. O que estamos implantando agora é apenas um passo, e vamos um passo de cada vez", destacou Enderson.

Período de avaliações

Foto: Thiago Gadelha

No lado do Ceará a situação é um pouco diferente. Guto Ferreira tem mais tempo de trabalho e conhece melhor o elenco que tem em mãos. Porém, com a atuação agressiva que o Alvinegro teve no mercado, buscando 11 reforços, o treinador ainda analisa as opções e realiza avaliações.

Afinal, o elenco é, também, bastante numeroso. São 33 atletas (sem contar com os jovens jogadores da base que integram também o grupo), o que permite praticamente a formatação de três times.

A missão, então, é de encontrar o ponto ideal entre a base do time que foi vencedor na temporada 2020 com os encaixes pontuais dos novos reforços.

Além disso, também é a oportunidade de descobrir variações de jogo de acordo com as novas possibilidades fornecidas pelas peças que chegaram.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte