Sem clube, Richardson analisa futuro e foca no Japão, mas retorno ao Ceará não está descartado

Volante está livre no mercado e ainda não tem futuro definido

Richardson em ação pelo Kashiwa Reysol
Legenda: Richardson era destaque no Kashiwa Reysol, mas não renovou contrato
Foto: Divulgação

O volante Richardson, ex-Ceará, está livre no mercado. O contrato do meio-campista com o Kashiwa Reysol chegou ao fim e não houve renovação do vínculo. Com isso, o futuro do atleta está em aberto, o jogador analisa novas propostas e um retorno ao Alvinegro não está descartado.

Inclusive, as redes sociais do jogador foram invadidas pela torcida alvinegra nos últimos dias com vários pedidos de retorno a Porangabuçu.

Porém, no momento, a preferência do atleta de 30 anos é de seguir no futebol japonês. Representado pelos empresários Eduardo Madeira e Lenílson Santana, Richardson se adaptou bem ao país asiático e a questão financeira ainda tem um peso grande, por conta da atual taxa de câmbio.

Por outro lado, o jogador não esconde a identificação que tem com o Ceará, onde virou ídolo da torcida. Era comum, inclusive, Richardson assistir aos jogos do Vovô e acompanhar a situação do clube mesmo à distância.

Interesse do Ceará

Richardson com a camisa do Ceará, de braços abertos, comemora gol
Legenda: Richardson tem grande identificação com o Ceará
Foto: Kid Junior/SVM

Pela qualidade que tem, identificação criada com o clube e o torcedor, além do relacionamento construído com a atual diretoria, que é bastante positivo, Richardson sempre esteve sendo observado pela gestão alvinegra.

O Diário do Nordeste apurou que o Ceará vê com bons olhos a volta do atleta e estuda a formalização de uma proposta oficial para contar com o jogador, o que poderá ocorrer em breve, e retorno ao clube não está descartado.

Contratado em 2016, Richardson foi fundamental na campanha do acesso à Série A do Campeonato Brasileiro, em 2017, e também na permanência do clube na Primeira Divisão, em 2018. Ao todo, foram 144 jogos pelo Alvinegro, com sete gols.

Apesar do futuro de Richardson estar em aberto, é provável que nas próximas semanas haja uma definição sobre a camisa que o volante defenderá em 2022.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte