Para embalar na Série A, Vovô visita Fluminense no Maraca

Após grande vitória diante do Corinthians, de virada no Castelão, Ceará respirou na Série A. Com semana cheia para treinos, Alvinegro busca sequência positiva para fechar o turno em posição confortável

Legenda: O Ceará venceu o Corinthians em seu último jogo na Série A e chega confiante para o duelo com o Fluminense hoje
Foto: Thiago Gadelha

Nada como uma vitória maiúscula de virada e finalmente um semana cheia para treinar para mudar o ambiente e projetar uma sequência positiva na Série A. Assim está o Ceará, confiante e de fôlego renovado para o confronto deste sábado com o Fluminense, às 19 horas no Maracanã, pela 17ª rodada do Brasileirão. 
O Vozão chega para o confronto animado após bater o Corinthians por 2 a 1 de virada com um jogador a menos no Castelão, chegando a 18 pontos e ganhando um fôlego para quem estava ameaçado de entrar no Z4.

Ouça o podcast CearáCast

Powered by RedCircle

Com a vitória, o Ceará não só saltou para a 13ª colocação, como abriu boa pontuação para o Z4. E com o adiamento do jogo da 16ª rodada contra o São Paulo que seria na quarta-feira - o time paulista teve jogo da Copa do Brasil contra o Fortaleza antecipado - o técnico Guto Ferreira pode enfim trabalhar a equipe por uma semana cheia, o que não acontecia desde o retorno do futebol em julho.

Assim, com o elenco mais descansado e confiante, o Ceará espera vencer fora de casa e saltar na tabela, se consolidando no G-10, o grupo de classificação para Copa Sul-Americana, e mantendo viva a projeção de pontuação de somar pelo menos 24 pontos ao fim do 1º turno. Como o Vovô tem 18 pontos, faltariam 6 pontos a conquistar nos jogos contra Fluminense, Coritiba (em casa) e Botafogo (fora), ou seja, duas vitórias em três partidas.

E nada melhor do que começar a projeção já vencendo a primeira da série. Para isso, o técnico Guto Ferreira precisa supera uma equipe que vem embalada, com 5 jogos de invencibilidade, sendo 3 vitórias, ocupando a 5ª colocação.

O técnico alvinegro espera um Ceará incisivo jogando fora de casa, como foi diante do Athletico/PR, no empate em 0 a 0 quando jogou melhor.

“O Fluminense vive um bom momento devido à qualidade do trabalho do seu treinador. Agora, nós já enfrentamos equipes com o mesmo patamar ou até com resultados melhores. A gente respeita muito a equipe do Fluminense, mas queremos fazer um grande jogo, inicialmente, para buscar um resultado que possa nos ajudar na nossa campanha”, disse Guto, que não ficará no banco de reservas por estar suspenso. Quem dirigirá o Ceará hoje é o auxiliar Alexandre Faganello.

Escalações
Para o duelo, o treinador terá mais uma vez desfalques: Ele não pode contar com Luiz Otávio, Samuel Xavier e Eduardo. Como os dois últimos são laterais-direitos, Guto não terá especialistas da posição no setor, mas o volante Fabinho pode cumprir a função e deve jogar ali. No lugar de Luiz Otávio, suspenso, deve atuar Eduardo Brock.

No Fluminense, os retornos de Nenê e Fred ao time titular estão garantidos, após ambos serem poupados no empate em 1 a 1 com o Atlético/MG no Mineirão. 
Quem também pode voltar ao time é Danilo Barcelos. O lateral-esquerdo cumpriu suspensão e deve ganhar a vaga de Egídio.


Ficha Técnica
Série A do Brasileiro - 17ª rodada
Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
17 de Outubro de 2020 - 19h

Fluminense
Muriel,Igor Julião, Nino, Digão, Danilo Barcelos,Dodi, Hudson, Yago, Nenê, Luiz Henrique, Fred. Técnico: Odair Hellmann

Ceará
Fernando Prass, Fabinho, Tiago Pagnussat, Eduardo Brock, Bruno Pacheco, Charles,
Ricardinho, Vinícius, Fernando Sobral, Léo Chú e Rafael Sobis. Técnico: Alexandre Faganello

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior - PE; Transmissão: Rádio Verdes Mares, Premiere, Tempo Real do Diário do Nordeste

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte