Meia Dodô ainda faz parte dos planos do Fortaleza

Presidente do Leão informou que o atleta sempre figurou nos planos e segue em negociação

Entre os dirigentes do Fortaleza, ninguém gosta de falar muito sobre o assunto, mas eles já admitiram que, embora não tenha havido avanços no retorno do atleta, o clube mantém o sonho de contar com o meia Dodô para a temporada de 2019.
O técnico Rogério Ceni já se referiu ao fato de o clube não contar com um camisa 10 nato, tal como tinha em 2018, quando havia João Henrique e Dodô. "Nós não temos um camisa 10 de ofício. Esperamos que esse 10 possa ser o Madson, mas ele precisa entrar em forma rápido, para ser esse jogador. Caso contrário, vamos buscar uma outra opção", disse o técnico.

Dodô continua vinculado ao Atlético Mineiro, que ainda não decidiu se reempresta o jogador. Indagado sobre se Dodô continuava negociando com o Fortaleza, o presidente Marcelo Paz respondeu laconicamente: "Sim", para em seguida acrescentar: "No momento, não posso falar no assunto, pois estamos indo para João Pessoa e nosso foco está todo no jogo", declarou Marcelo Paz.
Enquanto não se resolve a pendência relativa a Dodô, especulou-se que o Leão estaria interessado no meia Diego Buonanotte,de 30 anos, que pertence ao Universidad Católica do Chile. Pelo Universidad Católica, Buonanotte marcou 26 gols em 83 jogos.
O presidente do Leão, Marcelo Paz, reagiu a essa informação: "Isso é mais especulação".

O time Tricolor já está em João Pessoa, onde enfrenta o Botafogo, neste sábado, às 17 horas, no Estádio Almeidão, pela terceira rodada da Copa do Nordeste.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte