Leão do Pici apresenta déficit de mais de R$ 10 milhões no 1ª trimestre de 2020

O clube tricolor havia registrado um superávit de R$ 3,4 milhões em 2019

Legenda: O sócio-torcedor foi a maior fonte de receita (R$ 5,1 milhões) do Fortaleza no período
Foto: JL Rosa/SVM

O Fortaleza registrou um déficit de R$ 10,59 milhões em suas contas no 1º trimestre de 2020. Apesar da receita operacional líquida de R$ 15,79 milhões o clube teve um total de R$ 26,38 milhões em custos e despesas operacionais.

O balanço financeiro referente ao meses de janeiro, fevereiro e março deste ano, período que foi atingido em apenas 15 dias pela paralisação do futebol devido à pandemia de Covid-19

Ao fim de 2019, o balanço apresentou um superávit tricolor de R$ 3,4 milhões, com cota de TV, (R$ 31 mi), e sócios-torcedores (R$ 18,6 mi) como maiores fontes de receita.

O futebol profissional foi o grupo que deu mais despesas ao clube: R$ 16,64 milhões. Já o programa de sócio-torcedor lidera, com ampla vantagem, como a principal forma de receita tricolor neste início de 2020.

Em nota, a diretoria executiva do Fortaleza explicou os números: Confira

"A Diretoria Executiva vem cumprindo o orçamento aprovado pelo Conselho Deliberativo. Essas contas foram auditadas tanto por auditoria externa quanto pelo Conselho Fiscal e é natural que o primeiro trimestre seja deficitário. No primeiro trimestre de 2019, por exemplo, tivemos o déficit de 6,9 milhões e o resultado no fim do ano foi de um superávit de 3,4 milhões. O déficit que acontece no primeiro trimestre é compensado ao longo do ano e não impacta no planejamento financeiro do Fortaleza.

Esse resultado  decorre de uma pratica contábil do clube, onde algumas obrigações são assumidas no início do ano, mas que apesar dos contratos serem celebrados e contabilmente, essas obrigações serem lançadas no início do ano, elas têm vencimentos ao longo do exercício e isso não quer dizer que o Fortaleza teve efetivamente um prejuízo".

Principais desespesas do Leão do Pici em 2020

  • Futebol Profissional: R$ 16.644.392,98
  • Administrativas: R$ 3.646.859,42
  • Pessoal: R$ 2.250.350,00
  • Borderô de Jogos: R$ 1.353.307,64
  • Sócio-Torcedor: R$ 307.618,88
  • Tributárias: R$186.357,13
  • Futebol Feminino: R$ 84.542,96

Principais receitas do Leão em 2020

  • Mensalidades e contribuições (sócio-torcedor): R$ 5.276.752,01
  • Lojas do clube: R$ 2.820.062,45
  • Participação em competições: R$ 2.608.096,69
  • Patrocínio: R$ 1.616.648,98

Powered by RedCircle